Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Marca

Buscapé se reinventa e vira marketplace

Posicionamento busca estar presente em toda a cadeia do consumo on-line: desde a geração de tráfego até a compra. Dois mil lojistas irão compor a lista de parceiros

Por Priscilla Oliveira - 29/05/2017

O Buscapé passou a adotar um novo modelo de negócios. Após 17 anos como um site comparador de preços, a empresa se reinventou e virou um marketplace. A partir de junho, dois mil lojistas irão compor a lista de vendedores parceiros.  Com o novo posicionamento, que dará a possibilidade de finalizar a compra no site, o grupo quer estar presente em toda a cadeia do consumo on-line: desde a geração de tráfego até a compra.

A expectativa é de que no primeiro ano a receita oriunda desse formato seja de menos de 10%, mas em cinco anos deve ser a principal linha de faturamento da empresa, representando mais de 50%. Para dar suporte a estratégia, por meio do desenvolvimento de outras verticais e soluções, a empresa criou, no início do ano, a área de novos negócios, que tem destinado cerca de 30% de todo o investimento em projetos.

A migração a este modelo também chegará ao agregador Moda it, site que entrou no portfólio do grupo em 2012. A perspectiva é de que o Buscapé ingresse também em outros segmentos de alta recorrência, como o ramo de autopeças, medicamentos e alimentação.

Leia também: 6 tendências de varejo para a América Latina – conteúdo exclusivo para assinantes do Mundo do Marketing Inteligência.