Vendas do Dia das Mães mostra melhora do cenário econômico | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Vendas do Dia das Mães mostra melhora do cenário econômico

Após três anos em queda, volume de compras foi 2% maior do que em 2016. Em São Paulo atividade do comércio foi ainda mais intensa, com aumento de 3,3%

Por | 16/05/2017

priscilla@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Após três anos em queda, o volume de vendas para o Dia das Mães mostrou um resultado positivo. O aumento de compras foi de 2% entre os dias 8 e 15 de maio em relação ao período equivalente de 2016 (2 a 8 de maio), quando houve queda nas vendas de 8,4%, a maior desde que o indicador foi criado, em 2003. Já no final de semana do Dia das Mães (12 a 14 de maior) o aumento nas vendas no país foi de 1,0% na comparação com o final de semana comemorativo da data de 2016 (6 a 8 de maio), segundo o Indicador Serasa Experian de Atividade do Comércio.

Na cidade de São Paulo as vendas cresceram 3,3% frente à semana similar do ano anterior. No final de semana da data comemorativa desse ano o comércio da capital paulista registrou aumento de 0,6%. A redução consistente da inflação, a queda dos juros e o ingresso dos recursos do FGTS na economia foram os principais fatores que conseguiram gerar um resultado positivo para a venda do Dia das Mães, após dois anos seguidos de retração.

Essa melhora do cenário também foi percebida na atividade econômica em geral do país, que terminou o primeiro trimestre com expansão de 0,9%, caracterizando, portanto, o fim da recessão econômica que se estendeu por dois anos, isto é, desde o início de 2015. O recuo no período foi de 0,3% em março deste ano, segundo o Indicador Serasa Experian de Atividade Econômica (PIB Mensal).

Confiança do consumidor
A retomada da confiança de consumidores e empresários, a melhora na condução da política econômica, os recuos da inflação e da taxa de juros, aliados aos bons resultados da agropecuária e das exportações, contribuíram positivamente para tirar o país da recessão neste início de 2017. Pelo lado da oferta agregada, a agropecuária foi o grande destaque positivo da atividade econômica do primeiro trimestre de 2017, crescendo 10,8% em relação ao último trimestre de 2016.

O setor de serviços também teve desempenho positivo no primeiro trimestre de 2017, com alta de 0,3% perante o quarto trimestre de 2016. Já o setor industrial recuou 1,1% no primeiro trimestre de 2017. No acumulado do primeiro trimestre de 2017, quase todos os componentes da demanda agregada exibiram crescimento em relação ao último trimestre de 2016. As exportações foram o destaque com alta de 11,2% neste critério de comparação. Os investimentos cresceram 1,3% e o consumo das famílias 0,3%. Por outro lado, os gastos do governo recuaram 0,6%. Já as importações, que entram com sinal negativo no PIB, avançaram 5,3% no primeiro trimestre de 2017.

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss