Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Pesquisa

10 tendências em Marketing de Conteúdo

Mudanças no campo da tecnologia e na forma como as pessoas se relacionam trazem desafios para os profissionais que da área. Bots, Influenciadores e micro momentos estão na pauta

Por Priscilla Oliveira - 11/04/2017

O Marketing de Conteúdo vem se consolidando como uma ferramenta valiosa para engajar o consumidor. As constantes mudanças no campo da tecnologia e na forma como as pessoas se relacionam, no entanto, trazem desafios diários para os profissionais da área, que precisam estar o tempo atualizado nas novidades em Marketing Digital. Alguns pontos como uso de Bots nas mensagens já estão em pauta, uma vez que o consumidor vem buscando atendimento e respostas em tempo real.

As redes sociais, inclusive, vêm se mostrando um cenário amplo de oportunidades para investimentos em Branded Content. O conteúdo autêntico em vídeo – seja em Youtube ou live streaming – deve ser a grande aposta dos gestores. Cerca de 43% dos gerentes de Marketing devem utilizar essa ferramenta este ano, segundo o infográfico Tendências Globais para o Marketing de Conteúdo, desenvolvido pela agência Iinterativa.

A migração do Snap para o Instagram Stories também é algo a se considerar na produção de conteúdo, levando em conta que dois terços dos usuários do Snapchat utilizam a rede social de Mark Zuckerberg – São mais de 100 mil Stories gravados por dia. Além disso, o Instagram também permite a criação de vídeos ao vivo com chat. Impulsionado pela grande audiência desses canais, os influenciadores digitais seguem como estratégia de sucesso. Cerca de 80% dos gerentes de Marketing qualificaram suas campanhas com influenciadores como eficientes em 2016, de acordo com o infográfico. Isso porque o retorno é bem lucrativo comparado ao investimento nessas pessoas.

No e-mail Marketing a tendência é de uso de vídeos, quis, puzzle e material educativo para gerar o retorno esperado. Já no campo Mobile, a publicidade voltada a esses dispositivos móveis ganha cada vez mais força com a compra direta – 80% das vendas pelo Facebook são feitas por smartphones ou tablets. Já termos como Micro momentos deve se manter em alta já que permitem que um usuário conectado a um desses aparelhos seja exposto a algo que ele deseja de maneira mais direta e assertiva.

Com isso, os Data-Driven-Insights ganharão mais aproveitamento para personalizarem conteúdo para esse público – serão coletados, armazenados e interpretado dados a fim de direcionar o que cada consumidor necessita em determinado momento. A luta contra notícias falsas na internet também vem se mostrando relevante. Aqueles que trabalham com transparência e suporte da comunidade ganham a atenção dos consumidores.