Ações de Marketing são responsáveis por estereótipos de gênero | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Ações de Marketing são responsáveis por estereótipos de gênero

Estudo feito pela Unilever aponta que campanhas interferem na construção de igualdade entre homens e mulheres. Responsabilidade de mudança vem de líderes seniores

Por | 28/03/2017

priscilla@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Os estereótipos de gênero são os principais obstáculos para acelerar o processo de igualdade entre homens e mulheres e as campanhas de Marketing são responsáveis por boa parte desse comportamento, segundo aponta pesquisa feita pela Unilever, em, em parceria com a The Female Quotient (TQF). O estudo "The Unstereotyped Mindset" (Pensamento Livre de Estereótipos) realizado com nove mil pessoas em oito países, incluindo o Brasil, visa entender como as convenções sociais e vieses inconscientes impactam o desenvolvimento econômico da mulher.

O levantamento mostra que é preciso repensar a divisão de trabalho doméstico, rever as atitudes no mundo dos negócios e revolucionar a comunicação de marcas e produtos. O estudo também conclui que a maior parte dos entrevistados, três em cada quatro, acham que a responsabilidade por promover uma mudança de atitude é dos líderes seniores. O estudo mostra ainda o papel significativo da propaganda neste processo: 70% dos entrevistados acreditam que o mundo seria melhor se as crianças de hoje não fossem expostas a estereótipos de gênero em campanhas de Marketing.

Para 72% dos entrevistados, as mulheres são pouco representadas nos cargos de liderança devido ao "corporativismo masculino". No Brasil, 56% acreditam que as empresas promovem mulheres para cargos de liderança para transmitir a percepção de equidade. Para 56% as convenções sociais - como a de que existem trabalhos tradicionalmente femininos e que a mulher é responsável pelos cuidados com a casa e com a família - são as principais barreiras para o desenvolvimento econômico da mulher.

A questão de empoderamento vem sendo debatida entre as marcas da companhia, que observou que essa temática oferece uma oportunidade única para o desenvolvimento humano e para o crescimento econômico. Em 2016, a Unilever lançou o movimento #Unstereotype, ambição global para que as marcas  da companhia eliminem os estereótipos de gênero e passem a representar homens e mulheres de maneira positiva e progressista.

A holding também é signatária global da campanha promovida pela ONU #HeforShe, lançada em 2014 com o objetivo de envolver os homens na remoção das barreiras sociais e culturais que impedem as mulheres de atingir o seu potencial. Além disso, as marcas do grupo vêm incentivando o empoderamento da mulher, por exemplo, com o Programa Ciclo Brilhante e com Dove Projeto pela Autoestima.

Veja aqui o infográfico.

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss