Preços do comércio eletrônico iniciam 2017 com queda de 3,13% | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Preços do comércio eletrônico iniciam 2017 com queda de 3,13%

Deflação no período foi impulsionada pelas categorias telefonia, eletrônicos e informática. Dados são do Índice FIPE Buscapé. Expectativa é que setor cresça dois dígitos neste ano

Por | 21/02/2017

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

O e-commerce brasileiro iniciou 2017 em deflação. Os preços do varejo online registraram queda de 3,13% em janeiro, na comparação com o mesmo período de 2016, segundo dados são do Índice FIPE Buscapé. Trata-se do segundo mês seguido de deflação, após uma série de 21 meses de preços em alta. Em relação a dezembro de 2016, os preços registraram alta de 1,67%.

Entre as 150 categorias monitoradas pelo índice, metade registrou queda de preços, na comparação com o mesmo período do ano passado. A deflação no e-commerce foi impulsionada pela queda de preços na categoria telefonia (-12,11%), eletrônicos (-4,70%) e informática (-2,74%). De abril de 2015 a novembro de 2016 os preços do comércio eletrônico registraram alta, influenciados pela deterioração do cenário político e econômico, escalada do dólar e aumento do desemprego.

Apesar das dificuldades, as projeções para o setor é que retome o crescimento em dois dígitos neste ano. O relatório Webshoppers aponta que o e-commerce brasileiro faturará R$ 49,7 bilhões, com crescimento nominal de 12%, em 2017. O tíquete médio deverá expandir 8%, para R$ 452, enquanto que, para o volume de pedidos, a expectativa é de uma alta de 4%, para 110 milhões.

Comentários


Acervo

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss