Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Marca

Dafiti suspende venda de blusa que afirma que mulher é burra

Camisa comercializada no e-commerce exemplifica pleonasmo, redundância, com os termos “mulher burra”. Caso gerou revolta dos consumidores nas redes sociais

Por Redação - 28/11/2016

A Dafiti suspendeu a venda de camiseta que gerou a indignação de muitos consumidores nas redes sociais. A blusa colocou entre os exemplos de pleonasmo, redundância, as palavras “mulher burra”. Comercializado por R$ 49,90, o item foi retirado do e-commerce, que por meio de nota afirmou que “não compartilha a mensagem expressa no produto em questão e repudia qualquer tipo de manifestação de preconceito e discriminação”. 

Segundo a empresa, o item foi colocado à venda por um parceiro do marketplace, que já foi descredenciado por não cumprir as regras da companhia. Nas páginas oficiais da loja virtual nas redes sociais, os internautas expressaram todo o descontentamento com o episódio que classificaram como “machista”.

Leia a nota na íntegra:
"A Dafiti lamenta o ocorrido e esclarece que não compartilha a mensagem expressa no produto em questão e repudia qualquer tipo de manifestação de preconceito e discriminação. O produto foi disponibilizado para venda há dois dias por um de nossos parceiros de marketplace. Tão logo tomamos conhecimento, descredenciamos a marca e seus produtos, que não tiveram nenhuma unidade vendida. Além disso, já iniciamos a reavaliação de todo nosso portfólio para que isso não se repita.

 Somos uma empresa comprometida em oferecer a melhor experiência de compra online, por meio de marcas e serviços que promovam o acesso a moda a todos os consumidores. Acima de tudo, apoiamos a igualdade de gênero e a diversidade. Pedimos desculpas a todas nossas clientes."