Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Marca

Samsung encerra fabricação do Galaxy Note 7, após incêndios

Lançado em agosto para pressionar a Apple, aparelho ficou marcado pelo superaquecimento e explosões na bateria. Companhia pede a suspensão das vendas nas lojas e operadoras

Por Redação - 11/10/2016

A Samsung encerra a produção do Galaxy Note 7, após diversos casos de incêndios no aparelho. Em comunicado, a fabricante pede para que os proprietários do celular o mantenham desligados e que as lojas e operadoras de telefonia suspendam imediatamente a comercialização do modelo. A decisão veio após semanas de análise sobre o que seria feito, depois os diversos casos de baterias que explodiram. A companhia afirma que fará um estudo para descobrir as possíveis causas do problema.

Com uma configuração robusta, o smartphone foi desenvolvido para concorrer com o iPhone 7 Plus. A crise na Samsung começou logo após seu lançamento, em 19 de agosto. A companhia passou a receber mensagens de usuários informando que os equipamentos incendiavam enquanto carregavam. Após as reclamações, a empresa fez a troca dos aparelhos garantido que o problema já havia sido resolvido. No entanto, alguns equipamentos entregues também sofreram combustão. Nos Estados Unidos foi registrado um caso em que o aparelho pegou fogo no bolso do passageiro e chegou a queimar o chão da aeronave. Com isso, no país, foi emitida solicitação para que o celular ficasse desligado durante os voos.