Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Omo, Sadia e Coca-Cola estão na lembrança do consumidor por promoções

Setor de alimentos e de congelados e resfriados foram os que se destacaram na memória do público por utilizar a estratégia. Levantamento é da Hello Research

Por | 21/07/2016

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

A Omo, Sadia e Coca-Cola foram as marcas mais lembradas pelos consumidores quando o assunto é promoção. Uma das estratégias mais antigas para atrair o público e movimentar o estoque, as ofertas viraram o grande aliado do brasileiro nesse momento de recessão econômica. Não por acaso, o consumidor está ainda mais atento a essas práticas, conforme mostra a segunda edição de estudo Hello Research, que investiga o aumento da lembrança dos consumidores sobre compras em promoções entre 2014 e 2016.

A primeira edição da pesquisa foi realizada em 2014, quando 18% dos consumidores se lembravam de alguma promoção no supermercado. Hoje, o patamar alcança 32% dos consumidores, um crescimento de 78%. Reforçando que em meio à crise o consumidor está muito mais atento às oportunidades de economizar.

Entre as marcas mais reconhecidas pela população por realizarem promoções estão Omo (11%), Sadia (9%) e Coca-Cola (7%). Outras marcas citadas com destaque foram Nestlé (5%), Qualy (5%), Colgate (4%) e Dove (4%). Todas elas haviam sido lembradas em 2014, mas as três primeiras foram as que conseguiram maior crescimento: Omo havia sido citada por 6% dos consumidores em 2014, a Sadia por 4% e a Coca-Cola por 4%.

Reunindo todas as marcas lembradas pelos consumidores, a pesquisa aponta que o setor de alimentos (29%) e de congelados e resfriados (19%) foram os mais lembrados por aplicarem promoções. Os setores de Bebidas não Alcóolicas e de Produtos de Limpeza vêm na sequência com 14% de lembrança cada. Depois, Higiene, Saúde e Beleza com 11% e Bebidas Alcóolicas, com 5%.

Sobre a marca que faz as melhores promoções a Coca-Cola está em primeiro lugar com 18% da preferência, destacando-se entre as classes mais altas e a população mais jovem. Em seguida, com 15% cada, estão Sadia e Omo. A Nestlé ficou com a preferência de 11% dos entrevistados, a Qualy e a Perdigão com 7%, a Seara, a Danone e a Colgate encerram a lista das primeiras colocadas com 6% cada.

Bens duráveis
A pesquisa deste ano aponta ainda que 13% da população comprou recentemente algum produto eletroeletrônico ou eletrodoméstico, o mesmo patamar de 2014. Porém as categorias compradas foram de menor valor, ou seja, o brasileiro está desembolsando menos do que em 2014. Desses compradores, 57% aproveitaram produtos em promoção este ano enquanto em 2014 essa taxa era de 51%. Smartphone (19%), fogão (14%) e refrigerador (10%) foram os itens mais comprados em promoção.

Desses produtos, a marca Samsung ficou pela segunda vez em primeiro lugar como a mais comprada, o que se deve principalmente ao seu papel de destaque no mercado de smartphones. Em 2014, 23% dos consumidores haviam comprado produto Samsung, agora, são 28%. Em seguida aparece a Electrolux, com 13% de menções em 2016 contra 6% em 2014. A Brastemp aparece na terceira colocação, mas perdeu pontos: foi de 14% na última pesquisa para 12%. Consul e LG fecham a lista das cinco primeiras marcas também apresentando quedas. A primeira caiu de 13% para 10% e a última de 16% para 7% das menções.

Entre os pontos de venda, as Casas Bahia seguem liderando como a bandeira onde os entrevistados mais compraram eletrodomésticos ou eletroeletrônicos, apesar de perderem espaço entre a última e a nova edição da pesquisa (36% em 2014 vs. 27% em 2016). Enquanto isso, cresceram a Magazine Luiza (7% em 2014 vs. 13% em 2016) e a Ricardo Eletro (6% em 2014 vs. 11% em 2016). As Lojas Americanas aparecem na sequência com 9%, Carrefour com 6% e Extra com 4%.

Promoções são ferramentas poderosas usadas para influenciar a decisão de compra e o estudo comprava isso:  em 55% dos casos, ela foi decisiva para que o consumidor trocasse a marca que tinha intenção de adquirir por outra que estava em promoção. Para 29%, a promoção levou a comprar um produto que na verdade não era necessário no momento, ou seja, compras por impulso. E para 15% a promoção levou à compra de um produto de um patamar superior de sofisticação ou qualidade do que era imaginado inicialmente.

Hello Research, Promoção, Omo, Sadia, Coca-Cola, Crise

Comentários


Acervo

Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss