Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

M-Commerce cresce 107%, porém 16,12% deles são responsivos

Ainda que bem menor esse mercado deve fechar 2016 tendo movimentado R$ 27,4 bilhões, segundo levantamento realizado pela Big Data Corp sobre perfil do E-commerce

Por | 07/04/2016

bianca.ribeiro@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

O M-commerce deve crescer 107% este ano, porém, somente 16,12% deles já são responsivos e se adequam a qualquer dispositivo móvel. Ainda que bem menor, esse mercado deve fechar 2016 tendo movimentado R$ 27,4 bilhões, segundo dados da pesquisa "Perfil do E-commerce Brasileiro", realizada pela Big Data Corp.

Enquanto isso, o e-commerce tradicional no Brasil cresce a uma taxa de 29% ao ano, devendo movimentar R$ 121,2 bilhões em 2016, de acordo com pesquisa Ipsos/PayPal realizada no final do ano passado. Alguns segmentos - como moda, por exemplo - já registram mais de 40% de suas vendas via mobile. Seguindo a tendência do comércio mobile, é fundamental que as lojas virtuais invistam em sites responsivos, adequando-os ao m-commerce para firmar-se neste cenário tão competitivo

O número de lojas online também cresceu no país, com aumento de 21,52% em 2016. Os sites de e-commerce, que representavam 2,65% do total de URLs brasileiras no ano passado, agora respondem por 3,54%.

Outro dado que explica esse crescimento e a migração de estabelecimentos para o ambiente online, é a diminuição do número de lojas online que também possuem lojas físicas. Em 2015, eram 14,53% e hoje em dia são 13,46%. A pesquisa destaca também o ticket médio das lojas online brasileiras.

Elas vendem mais produtos a preços mais acessíveis. Sete em cada 10 dos sites de comércio eletrônico analisados pelo estudo venderam itens com valores abaixo de R$ 100,00, 8,7% produtos com preço que variam entre R$ 100,00 e R$ 500,00 e 3,33% entre R$ 500,00 e R$ 1 mil. Na outra ponta dessa fatia da pesquisa, aparecem as lojas online que comercializam produtos acima dos R$ 1 mil, representando 12% do mercado brasileiro.

O estudo mostrou também que 60,71% dos sites de comércio eletrônicos brasileiros usam as redes sociais para turbinar vendas e promoções. O Facebook é o preferido, com 54,96%, seguido do Twitter com 35,87%, YouTube com 20,80$ e Instagram com 9,32%.

E-commerce, m-commerce, Big Data

Comentários


Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss