Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

PSafe faz cartilha de privacidade digital para mulheres

Companhia aborda a questão da privacidade na web para o público feminino e orienta as usuárias sobre como evitar que seus dados caiam nas mãos erradas

Por | 08/03/2016

bianca.ribeiro@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Para comemorar o Dia Internacional da Mulher, a PSafe está realizando a "PSafe pela privacidade digital". Durante a ação, a companhia abordará a questão da privacidade na web para o público feminino e orientará as usuárias sobre como evitar que seus dados caiam nas mãos erradas. A iniciativa é voltada a mulheres pelo fato de elas serem uma das principais vítimas de crimes de privacidade digital. Segundo dados da ONG SaferNet, o público feminino representa 81% dos vazamentos de fotos e vídeos privados denunciados no Brasil no ano de 2014.

A ação será 100% online com foco nas mídias sócias. Por meio da #EuQueDecido, o mote busca valorizar o direito do usuário de estabelecer quem tem acesso ao seu smartphone e como seus dados pessoais são divulgados, trazendo o APP PSafe Total como uma ferramenta que pode impedir que dados e fotos caiam em mãos erradas. Confira algumas dicas que farão parte da cartilha online da marca para segurança digital:

1-Jamais apague as provas
Faça cópias de absolutamente tudo o que foi divulgado e se possível, registre a data de acesso e o link da página onde as imagens foram publicadas;

2-Registre um Boletim de Ocorrência (B.O.)
Salve os arquivos em alguma mídia (CD, DVD, pen drive etc.), imprima todos eles e vá até uma delegacia para fazer um Boletim de Ocorrência, relatando o que houve;

3-Faça uma Ata Notarial
Você pode preservar as provas registrando uma Ata Notarial em qualquer Cartório de Notas (ou Tabelionato de Notas). O documento lavrado tem plena validade jurídica, ou seja, ninguém poderá contestá-lo em um futuro processo judicial;

4-Garanta a veracidade das mensagens
Para conteúdo em e-mails, a dica é "Salvar como anexo". Quando encaminhado, o cabeçalho original é modificado, prejudicando a identificação do remetente;

5-Convoque os amigos
Caso pessoas conhecidas recebam este material por qualquer canal, contem com elas no armazenamento das provas conforme a dica 1;

6-Procure um advogado
Com as provas, o B.O. e a Ata Notarial (que não é obrigatória) em mãos, fale com um advogado - de preferência, especializado na área de Direito Digital;

7-Fale abertamente sobre o assunto
Vergonha ou medo só reforçam a impunidade. Por isso, garanta os seus direitos e não se cale. Lembre-se: a culpa nunca é da vítima!

PSafe, Dia Internacional da Mulher, privacidade digital

Comentários


Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss