Brasileiros aderem a serviços que economizam tempo | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Brasileiros aderem a serviços que economizam tempo

Estudo da Mintel, mostra que 33% dos brasileiros evitam ir a lugares que tenham fila e 22% declaram ter interessem em produtos ou serviços que os ajudam a economizar tempo

Por | 18/12/2015

bianca.ribeiro@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Os brasileiros estão adotando diferentes práticas, que vão desde a procura por serviços 24 horas à compra de bebidas e alimentos que sejam fáceis de transportar e consumir. Em estudo realizado pela Mintel, 33% dos consumidores dizem que evitam ir a lugares que tenham fila e 22% declaram ter interessem em produtos ou serviços que os ajudam a economizar tempo.

A pesquisa mostra também que três em cada 10 brasileiros dizem que gostariam de ter mais tempo dedicado à família, mostrando que a vida ocupada afeta as relações com os entes queridos. Somando-se a isso, o ritmo acelerado da vida moderna, com mais horas dedicadas ao trabalho, deslocamentos diários e tempo de espera também prejudicam as horas livres de muitas pessoas, já que 24% deles declaram que têm menos tempo de lazer agora se comparado há um ano.

A tecnologia está sendo uma aliada para contagem de tempo perdido, 17% dos entrevistados afirmam que já utilizam aplicativos para smartphones que mostram o tempo de espera em filas. E 35%, apesar de não usarem esse tipo de APP, mencionaram estar interessados em utilizá-los.

Em relação ao trânsito, a pesquisa aponta que os homens tendem a ser mais proativos do que as mulheres em encontrar maneiras de evitá-lo, 21% deles tentam organizar seus horários de trabalho e atividade para evitar o tráfego, em comparação com 15% das mulheres. Já quando analisados os grupos socioeconômicos, 26% dos respondentes das classes A e B também são mais propensos do que outros grupos para organizar como se livrar do tráfego. O mesmo padrão de comportamento foi verificado em 17% das classes C12s e 10% das DEs. No geral, 18% dos brasileiros concordam com essa atitude.

A vontade dos homens em evitar o trânsito também reflete em uma maior utilização de GPS, com informações de tráfego em tempo real. Enquanto 44% dos consumidores brasileiros dizem que usam GPS, 50% dos homens relatam usá-lo, em comparação com 37% das mulheres.

O levantamento da Mintel também mostra que os brasileiros acham difícil encontrar tempo para exercícios físicos. A pesquisa indica que 43% dos brasileiros não têm tempo para atividades físicas regulares. Esse índice é mais forte entre os consumidores de 25 a 34 anos, grupo no qual essa percentagem chegou aos 47%. Entre os de 16 e 24 anos, 38%, e de 55+, 35%. Ao mesmo tempo, 35% dos consumidores, de forma geral afirmam sempre achar tempo para cuidar da aparência, como indo a um salão de beleza ou cuidando das unhas. Esse comportamento é mais perceptível entre as mulheres, 38%, contra 33% dos homens.

Em relação aos tratamentos de beleza, a economia de tempo é um atributo importante principalmente para os consumidores das classes AB. De todos os grupos socioeconômicos, os ABs são os mais propensos a usar produtos multifuncionais para poupar tempo, 21%, e a tratamentos de beleza que sejam de rápida aplicação, 19%. Aliás, 30% dos ABs estão interessados em produtos e serviços gerais que os ajudam a economizar tempo, versus 21% dos C12s e 15% dos DEs.

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss