TIM e Oi eliminam a cobrança de tarifas diferenciadas | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

TIM e Oi eliminam a cobrança de tarifas diferenciadas

Novas estratégias dão mais autonomia aos consumidores, que não precisarão ter diversos chips para terem as melhores ofertas. Iniciativa está alinhada à tendência mundial

Por | 03/11/2015

roberta.moraes@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

A TIM e a Oi acabam de colocar no mercado novos planos de celular que não fazem mais diferenciação entre operadoras na cobrança da chamada. Com as novas tarifas os clientes das companhias poderão ligar para qualquer número do país, independente do DDD, sem custo extra. A novidade é uma transformação no consumo de telefonia móvel no país e poderá forçar uma mudança nas outras empresas, modificando completamente o setor no país. Este modelo de cobrança já é praticado em outros países, principalmente, onde o mercado é mais maduro e o uso dos smartphones é maior, como nos Estados Unidos.

Um dos principais impactos será o fim da necessidade de ter chips de várias empresas para aproveitar as promoções. A prática já tinha se tornado um hábito no Brasil e contribuiu para que o país atingisse a marca de 280 milhões de linhas ativas, segundo a Anatel. A nova forma de comunicação facilita a realização de chamadas por voz e também oferece pacotes de dados mais robustos, atendendo as novas necessidades dos consumidores, que estão cada vez mais conectados.   

As ofertas agressivas chegam no momento em que os brasileiros buscam reduzir os gastos por conta da recessão econômica. "O planejamento deste novo plano começou há 10 meses e os ajustes foram feitos na medida em que essa questão foi se intensificando. Apesar de ser bastante oportuno para este momento econômico, esta não é uma ação tática e sim estratégica da companhia e faz parte do planejamento para longo prazo", explicou Roberto Guenzburger, Diretor de Produtos e Mobilidade da Oi, durante coletiva de imprensa no Rio de Janeiro. 

Novidade no ar
A primeira a comunicar a oferta foi a TIM, que desde sexta-feira colocou no ar campanha anunciando os novos planos, disponibilizados desde primeiro de novembro. Em filme para TV, a empresa reforça que o novo pacote é mais simples e permite a comunicação entre o cliente TIM e qualquer pessoa, independente da companhia telefônica dela. Nas redes sociais, a empresa publicou um vídeo explicando as diferenças de cada pacote.

Já a Oi optou por colocar teasers na TV, com a participação do garoto-propaganda Mateus Solano, durante o fim de semana. Os filmes têm como mote "O seu jeito de se comunicar acaba de mudar" e mostram pessoas se lamentando por conta da dificuldade de falar com pessoas por conta das tarifas diferenciadas. A campanha foi desenvolvida pela agência NBS. A partir de desta terça-feira, três de outubro, a companhia passou a divulgar os novos valores. Nas duas empresas, a oferta é válida para novos e antigos clientes, mas a migração deve ser solicitada pelo usuário.

Para chegar aos novos modelos, as duas empresas realizaram pesquisa de mercado para saber quais eram as reais necessidades dos consumidores. A Oi ouviu cerca de cinco mil pessoas em todo o país com pesquisas quantitativa e qualitativa etnográfica que serviram para alinhar a nova proposta e também a nova estratégia de comunicação. "Todo esse movimento visa aumentar a participação de mercado da Oi, oferendo melhor experiência para os clientes. Este investimento é três vezes maior do que foi feito no Natal do ano passado", comentou Bernardo Winik, na coletiva de imprensa na tarde desta terça-feira.

Novas tarifas
A TIM aproveitou para oferecer novos planos pré, controle e pós de forma simultânea. Entre as ofertas no pré-pago estão disponíveis os pacotes TIM Pré 150 e TIM Pré 300. O primeiro custa R$ 7,00 por semana e o cliente tem direito a 100 minutos para qualquer operadora, 150 MB de internet e SMS ilimitado para qualquer operadora. O pacote com 300 MB de internet sai por R$ 10,00. Nos dois planos pré-pagos a renovação é recorrente, caso haja créditos.

Ao esgotar os minutos disponíveis no plano, o cliente tem duas opções: pagar R$ 0,25 por minuto adicional ou contratar um adicional de 50 minutos por R$ 4 (válidos por sete dias). Em relação ao consumo de dados, há bloqueio de uso da internet quando a franquia é totalmente consumida. E o cliente passa a ter a opção de pagar R$ 0,99 por dia de uso, com limite de 50 MB diários, ou contratar um pacote adicional de 150 MB por R$ 3, válido por sete dias.

As ofertas para o plano controle variam entre pacotes de R$ 35,00 a R$ 70,00. O mais em conta é o TIM 500MB, que oferece 500 minutos para qualquer operadora móvel ou fixa (chamadas locais e DDD com o código 41), 500 MB de dados, WhatsApp sem desconto da franquia, 500 SMS. O com um gigabyte de dados sai por R$ 50,00 mensais e com 1,5 gigabyte por R$ 70,00. Nessas tarifas, as ligações recebidas fora do estado de origem não são descontadas do pacote. O uso do WhatsApp não é descontado da franquia de dados e o cliente tem 3GB por mês para envio de mensagens de texto, imagens, áudio, vídeo. A cobrança dos planos é feita diretamente no cartão de crédito.

Já nos pós-pagos todas as ligações, sejam de TIM para TIM ou para outras operadoras (móveis ou fixas), passam a estar incluídas nos 1000 minutos de franquia de voz - volume muito acima da média de uso do celular. Os minutos incluídos no pacote são válidos para falar com qualquer DDD (com o código 41) e não há também cobrança por ligações recebidas fora do estado. Haverá três novos planos, com franquias de dados que vão de 2GB a até 6GB, que custarão entre R$89,00 a R$ 139,00 mensais.

Oi aposta no pré-pago
A estratégia da Oi consiste em ampliar o market share por meio de novos clientes pré-pagos. A companhia criou o plano Livre Pré-pago, que pode ser cobrado por minuto, dia, semana e mês. O primeiro tipo custa R$ 0,30 por minuto para ligações para qualquer operadora e qualquer lugar do Brasil. Já a diária custa R$ 0,75 e dá direito a 300 minutos. Nesses dois modelos, os clientes podem contratar ainda 60 MB de internet 4G, 30 SMS para qualquer operadora e acesso à rede Oi WiFi por R$ 0,99/dia.

O pacote semanal custa R$ 10,00 e dá direito a 75 minutos para ligar para a Oi ou para qualquer operadora de qualquer lugar do Brasil, 400 MB de internet 4G, 300 SMS para qualquer operadora e acesso à rede Oi WiFi. No mensal são liberados 300 minutos para ligar para a Oi ou para qualquer operadora de qualquer lugar do Brasil, 1 GB de internet 4G, 500 SMS para qualquer operadora e acesso à rede Oi WiFi por R$ 40/mês. A partir do dia 25 de novembro, as ofertas serão estendidas para os planos controle e pós-pago.

TIM, Oi, Celular, Telefonia

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss