Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Marca

C&A recolhe peças envolvidas em suposto caso de plágio

Varejista é acusada pelo designer Phelipe Wanderley de copiar sua arte em estampa de camiseta. Em nota, empresa afirma que “conduz seus negócios de forma ética e profissional”

Por Roberta Moraes - 20/10/2015

A C&A resolveu retirar de todas as suas unidades as camisetas com a frase “Com calma, com alma”, após ser acusada de plágio pelo designer Phelipe Wanderley. Na tarde desta terça-feira, dois dias após o caso ser divulgado nas redes sociais, a varejista emitiu nota afirmando que “conduz seus negócios de forma ética e profissional e, independente da análise do mérito, está retirando de suas lojas a camiseta objeto das publicações”.

Desde domingo, a rede é acusada pelo artista de estar utilizando em uma de suas coleções de camisetas arte produzida pelo profissional no ano passado. Além de utilizar o mesmo texto, a tipologia desenvolvida pelo designer também foi utilizada. O episódio ganhou repercussão no Facebook, após postagem de Phelipe que dizia “Oi, C&A! Vocês poderiam ter me chamado pra criar umas estampas ao invés de usar uma arte minha SEM AUTORIZAÇAO”. A ilustração fez parte do projeto “Coisas boas acontecem”, iniciado há um ano, época em que foram vendidas canecas com a arte.

O ano de 2015 parece não estar trazendo muita sorte para a rede de roupas. Em julho, a empresa assumiu que estava comercializando camisetas com erro de português. Inspirada no super-herói, a peça trazia estampada a frase “Seja sempre você mesmo! - Ao menos que - você possa ser o Batman”, quando a grafia correta seria “a menos que”

Oi, C&A! Vocês poderiam ter me chamado pra criar umas estampas ao invés de usar uma arte minha SEM AUTORIZAÇÃO.

Posted by Phellipe Wanderley on Domingo, 18 de outubro de 2015