Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Mercado

Ex-diretor de Marketing do Banco do Brasil tem extradição adiada

Após anuncio de que a Corte de Direitos Humanos não havia aceitado o pedido de permanência na Itália, Henrique Pizzolato conseguiu postergar retorno ao Brasil por mais 15 dias

Por Roberta Moraes - 07/10/2015

O ex-Diretor de Marketing do Banco do Brasil, Henrique Pizzolato, conseguiu garantir mais 15 dias de permanência na Itália. A decisão veio do Ministério Público italiano poucas horas após a Corte de Direitos Humanos da Europa ter negado o pedido de permanência naquele país. Condenado no processo do Mensalão, o ex-executivo é aguardado pelo governo brasileiro para que cumpra a pena de 12 anos e sete meses no presídio da Papuda, em Brasília.

A condenação de Pizzolato e outros casos envolvendo o departamento de Marketing das empresas têm mobilizado o mercado para reavaliar processos e práticas que podem pôr em xeque a idoneidade do setor

Henrique Pizzolato, Mensalão, Corrupção no Marketing