Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Mercado

Ex-Diretor de Marketing do Banco do Brasil tem extradição confirmada

Condenado no processo do mensalão, Henrique Pizzolato cumpre pena na Itália e deve ser entregue nesta quarta às autoridades brasileiras, após tentar recurso para evitar retorno

Por Roberta Moraes - 06/10/2015

O ex-Diretor de Marketing do Banco do Brasil Henrique Pizzolato deverá ser entregue às autoridades brasileiras nesta quarta-feira, na Itália, onde está preso desde o início do ano passado. Condenado no processo do mensalão por corrupção passiva, peculato e lavagem de dinheiro, Pizzolato tentou uma manobra judicial nesta segunda-feira para evitar a extradição, que já estava programada. Depois de recorrer a todas as instâncias na Justiça italiana, ele levou o caso para a Corte Europeia de Direitos Humanos, que rejeitou o pedido de permanência no país. Pizzolato alega que as prisões no Brasil não garantem segurança.

O ex-diretor deverá deixar a penitenciária de Modena ainda nesta quarta e a previsão de é que chegue ao país no mesmo dia, desembarcando em São Paulo e seguindo para a sede da Polícia Federal, em Brasília, onde fará exame de corpo e de delito. O ex-banqueiro cumprirá a pena de 12 anos e sete meses de prisão na penitenciária da Papuda.

A condenação de Henrique Pizzolato e outros escândalos envolvendo o departamento de Marketing de empresas e órgãos públicos acendeu um alerta. A divulgação dos casos mostra que o setor deve reavaliar as práticas já institucionalizadas, travestidas de ações de relacionamento, comissionamentos e bonificações que abrem caminho para práticas promíscuas.

Mensalão, Corrupção no Marketing