Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Marca

Após encerrar e-commerce, Shoestock afirma que “precisa se reinventar”

Marca de sapatos emite nota no Facebook comunicando a suspensão total das operações. Em setembro, lojas em São Paulo e Minas Gerais tinham sido fechadas

Por Roberta Moraes - 02/10/2015

A Shoestock emitiu nota nesta sexta-feira, dois de outubro, agradecendo a parceria das consumidoras e afirmando que é tempo de se reinventar. A marca de sapatos encerrou recentemente as operações no e-commerce. No mês passado, a empresa também fechou duas das quatro lojas, uma em São Paulo e outra em Belo Horizonte. Na ocasião, a companhia afirmou que o fraco fluxo de clientes nos dois pontos de venda inviabilizaram a permanência dos estabelecimentos. Com isso, a marca de sapatos ainda contava com duas lojas em São Paulo, uma em Moema e a outra no Shopping Vila Olímpia.

Em comunicado divulgado no Facebook, a Shoestock reforça a relação de cumplicidade que sempre teve com suas clientes, mas sinaliza que está encerrando as operações. “Muitas coisas mudaram e neste momento, nós da Shoestock, precisamos nos reinventar para continuar essa relação gostosa que sempre tivemos. Por isso pedimos desculpas, mas vamos dar um tempo”.

A notícia não pegou as consumidores de surpresa, pois os últimos movimentos da marca mostravam que a empresa tinha sido impactada pela crise econômica. Até às 17h30 desta sexta-feira, apenas três horas após a postagem, a mensagem já tinha recebido quase três mil interações, entre curtidas e compartilhamentos. A maioria dos comentários lamentava o fato e desejava o restabelecimento da companhia. Uma cliente chegou a postar que sentia “como se estivesse perdendo uma amiga querida”. 

Shoestock, Sapato, Calçados