Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Publicidade

Mães confirmam que não sabem dizer não aos filhos

Seis em cada 10 entrevistadas dizem não resistir aos apelos dos pequenos quando pedem algo desnecessário. Pesquisa foi feita pelo SPC e pela Confederação de Dirigentes e Lojistas

Por | 28/09/2015

bianca.ribeiro@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Seis em cada 10 mães (64,4%) não resistem aos apelos dos filhos quando eles pedem algum produto considerado desnecessário. O dado ganha ainda mais relevância se considerarmos a proximidade do Dia das Crianças e a atual crise econômica. A informação é do estudo realizado pelo Serviço de Proteção ao Crédito e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas. A pesquisa aponta ainda que 46,4% das consultadas não adotam regras para presentear seus filhos, sobre tudo no caso de meninos. Somente 15,6% disseram das presentes apenas em datas especiais, como aniversário, Natal e Dia das Crianças.

As mães querem sempre satisfazer seus filhos, o que é compreensível, mas muitas vezes acabam sobrepondo as condições do próprio bolso. O levantamento mostra que seis em cada 10 entrevistadas afirmaram comprar roupas e calçados melhores para seus filhos do que para si mesmas. E uma em cada cinco (21,9%), admite que os filhos têm um padrão de vida superior ao dos outros integrantes da família.

Já para mães de meninas o mais difícil é sair com as pequenas para fazer compras. Quatro em cada dez (38,6%) entrevistadas revelam que sempre acabam gastando mais que o esperado quando saem acompanhadas das filhas. Ainda assim, de acordo com a pesquisa, 67,3% destas mães têm o hábito de estabelecer algum combinado prévio com os filhos, como não permitir que eles peçam para comprar algo (18,6%) ou negociar o valor e a quantidade de coisas que podem ser compradas (48,7%).

As consultadas declararam que mais da metade (50,8%) das últimas cinco compras de brinquedos, jogos, roupas e calçados realizadas por elas foi feita por impulso. No que diz respeito aos alimentos, geralmente adquiridos em supermercados e padarias, o percentual de compras por impulso é ainda maior: 55,8%. Outro aspecto levantado foi o de que 17% das mães presenteiam seus filhos para compensar a ausência ou por sentirem dificuldades de lidar com a frustração das crianças. 

Dia das Crianças, SPC, Confederação de Dirigentes e Lojistas

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss