Instagram é a rede social que mais cresceu no último ano no Brasil | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Instagram é a rede social que mais cresceu no último ano no Brasil

Levantamento da FAAP e Socialbakers mostra ainda que média de novos fãs nas fanpages brasileiras voltaram a crescer. Pesquisa avaliou as quatro principais redes sociais no país

Por | 22/07/2015

roberta.moraes@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

O Instagram é a plataforma que mais cresceu entre 2014 e 2015 no Brasil. A rede social baseada em fotos e vídeos está consolidando a sua participação por aqui como canal de relacionamento entre marcas e consumidores. No segundo trimestre do ano passado, as empresas possuíam 24.953 seguidores em média. Nesse mesmo período em 2015, foi identificada uma média de 84.573 seguidores. Os dados são do relatório Mídias Sociais 360º, realizado pela FAAP e Socialbakers, que estuda o desempenho dos 100 maiores perfis nas quatro principais plataformas de redes sociais utilizadas por aqui: Facebook, Twitter, Instagram e YouTube.

O levantamento mostra ainda que a média de novos fãs no Facebook voltou a subir no segundo trimestre deste ano. No ano passado, foram percebidas sucessivas quedas devido, principalmente, à limpeza de perfis promovida pela própria rede social. A interatividade dos seguidores com as páginas também registrou crescimento em todos os segmentos analisados. Com a população mais engajada com as questões sociais, no entanto, as fanpages voltadas para "Mídia/Notícias" tiveram destaque. No início o ano, havia média aproximada de 1,5 milhão de interações, no segundo trimestre subiu para mais de 12 milhões, atingindo a média de quatro milhões de interações por mês.

Embora as pessoas estejam interagindo mais na rede, alguns segmentos ainda não estão dando a devida atenção ao tempo de resposta dada aos consumidores. A pesquisa apontou que, na categoria "E-commerce", as empresas estão levando mais tempo para atender o público. Enquanto, no segundo trimestre do ano passado, as páginas respondiam os usuários, em média, em sete horas e cinquenta e seis minutos, neste ano, o tempo de resposta cresceu para 22 horas e quatro minutos, entre os meses de abril, maio e junho.

No Twitter, o tempo médio de resposta caiu na comparação entre o segundo trimestre de 2014 e 2015. No ano passado, as marcas respondiam em média em 18 horas e 51 minutos. Já neste ano, as respostas foram dadas em média em oito horas e 31 minutos. No YouTube, o interesse pelas marcas cresceu 38%. Ainda que os vídeos online pareçam estar ganhando cada vez mais espaço no dia a dia das pessoas, os números revelam que, comparando os segundos trimestres de 2014 e 2015, houve pouco crescimento do número de assinantes médio dos canais das Top 100 marcas brasileiras no YouTube. No ano passado, havia 12.209 assinantes em média nos canais. Na análise mais recente, este número cresceu para 16.876.

Rede social, Socialbakers, Instagram, Facebook, Twitter, YouTube
 

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss