Falta de alinhamento entre CEOs e executivos é barreira nas empresas | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Falta de alinhamento entre CEOs e executivos é barreira nas empresas

Estudo global revela que as diferenças culturais e desalinhamento das lideranças bloqueiam os esforços das companhias em se tornarem orientadas a dados

Por | 18/06/2015

roberta.moraes@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

As empresas orientadas a dados são mais propensas a superar os seus concorrentes quando se trata de rentabilidade. Ainda assim, falta uma cultura em oferecer recompensas financeiras para os funcionários que prontamente adotam o uso dessas informações. Apenas uma em cada quatro companhias adotam a estratégia. Esses são alguns dos resultados encontrados por um estudo global realizado pelo The Economist Intelligence Unit, com patrocínio da Teradata. A pesquisa mostra ainda que a visão dos CEOs e seus executivos subordinados, na maioria das vezes, está desalinhada, o que pode comprometer as metas da organização.

A transformação para empresas orientadas a dados requer mudanças culturais que devem impactar todos os colaboradores, independente do grau hierárquico. O estudo mostra que a visão dos CEOs é muito mais otimista do que a realidade. Enquanto 47% deles acreditam que todos os funcionários têm acesso aos dados de que precisam, apenas 27% dos entrevistados confirmam essa crença. Da mesma forma, 43% dos líderes acreditam que os dados relevantes são disponibilizados e capturados em tempo real; a mesma resposta ocorreu com apenas 29% dos outros entrevistados.

De acordo com a pesquisa, muitas empresas têm investido significativamente na coleta de grandes quantidades de dados, mas eles ainda trabalham muito para extrair informações relevantes, aplicá-las ao negócio e criar organizações verdadeiramente orientadas a dados. No quesito captação e divulgação de dados importantes ao negócio, 57% dos entrevistados acreditam que a empresa faz um trabalho fraco. Com as organizações que investem menos em inovação e resiliência, essa questão é muito mais acentuada. Há pouca discordância de que o acesso aos dados e a capacidade de convertê-los em insights importantes são os maiores obstáculos para uma maior adoção e utilização de dados.

Dois terços dos entrevistados concordam que alguns departamentos têm mais acesso aos dados do que outros. Esta situação é particularmente grave entre as empresas com US$ 500 milhões em receita anual ou mais. Enquanto os CEOs estão menos conscientes do problema (apenas metade concordam que é o caso), os gerentes de nível mais baixo são muito mais preocupados com a questão. Oito em cada 10 vice-presidentes seniores, vice-presidentes e diretores concordam que os dados não estão disponíveis de forma uniforme. Ao mesmo tempo, 42% dos entrevistados consideram o acesso as informações complicado.

As empresas que superam seus concorrentes também são muito melhores em extrair os benefícios do uso de dados. Sete em cada dez companhias concordam que a informação e o conhecimento são compartilhados de forma rápida e livremente em suas organizações, em comparação com um terço das empresas de menor desempenho. Pouco mais da metade dos gestores superiores têm visto uma melhoria na colaboração das unidades de negócios e na qualidade dos processos; a rapidez de execução também foi elevada em comparação com três em cada 10 empresas de baixa performance que acreditam que a qualidade e a rapidez de execução têm melhorado, e apenas um em cada quatro dizem que qualidade e velocidade de execução foram otimizadas.
 

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss