Procon Estadual flagra ofertas enganosas em 12 estabelecimentos do Rio | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Procon Estadual flagra ofertas enganosas em 12 estabelecimentos do Rio

Promoções do tipo ?leve mais por menos? são as principais pegadinhas que enganam o consumidor, que na maioria das vezes pagam mais do que se comprassem separadamente

Por | 28/04/2015

roberta.moraes@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

O Procon Estadual deflagrou a Operação Arapuca no Rio de Janeiro e encontrou 12 estabelecimentos oferecendo promoções que levam o consumidor ao erro. Recentemente, a entidade autuou as Lojas Americanas pelo mesmo motivo. Na maioria dos casos, os erros estavam em embalagens econômicas e em ofertas do tipo "leve mais por menos".  No Prezunic de Brás de Pina, um pacote de escovas de dentes no valor de R$ 16,11 anunciava que uma unidade sairia de graça. O valor unitário, no entanto, era de R$ 8,99, logo, a segunda escova não sairia gratuitamente e tinha apenas abatimento de R$ 1,87. No Guanabara em Irajá foi encontrado um caso semelhante, a embalagem de sabão em pó com duas unidades de dois quilos anunciava que trazia um tira manchas gratuito e custava R$ 13,98. Mas o preço de duas unidades do sabão em pó adquiridos separadamente era R$ 9,98. Ou seja, o tira manchas não saía de graça.

O consumidor também pode ser induzido ao erro quando a embalagem econômica, que contém maior quantidade do produto, é vendida com preço maior que a original. No Pão de Açúcar, na Barra da Tijuca, por exemplo, os fiscais encontraram a maionese de 500g no valor de R$ 5,59. O supermercado vendia também outra embalagem do mesmo produto com 550g com o custo de R$ 6,49, ou seja, mais cara que a original. Já no WalMart, do Cachambi, a irregularidade consistia na porcentagem de desconto ofertado que era 14% inferior ao anunciado na compra da segunda unidade de um desodorante, que segundo o anúncio teria 40% de abatimento. Na mesma unidade, o creme dental individual (90g) custa R$ 2,88, já no pacote "leve 4, pague 3" a unidade cobrada sai a R$ 2,96, portanto a quarta unidade da embalagem promocional não é gratuita.

As embalagens que oferecem unidades grátis são um dos principais mecanismos para induzir o consumidor ao erro. No Extra de Vicente de Carvalho, a oferta do papel higiênico "leve 16 e pague 15", cujo pacote custava R$ 15,90, informava que a unidade sairia por R$ 0,99, quando na verdade custava R$ 1,06, já que a oferta dizia que uma unidade era grátis. A oferta "leve 24 e pague 22", induzia o consumidor a acreditar que na compra de mais unidades o valor unitário do produto era menor, mas a unidade custava R$ 1,22 nesta embalagem, mais cara que no pacote menor. Na unidade de Pilares, o Extra oferecia sabonete de 90g por R$ 1,39 a unidade. Já na embalagem promocional "leve mais pague menos" o preço unitário saía a R$ 1,95. Na mesma loja, o sabão em pó dois quilos rotulada como embalagem econômica custa R$ 14,71, mais cara que o produto na embalagem de um quilo, que custa R$ 6,99.

Em nota, a Unilever, detentora da marca Omo, esclarece que os valores praticados pelos varejistas citados "estão fora da recomendação estipulada pela marca. Dentro de sua política de preços, a companhia recomenda a todos os parceiros do varejo o preço mínimo para seus produtos, levando em consideração os descontos para embalagens maiores em relação às versões menores".

Duas unidades do Drogasmil foram flagradas com ofertas enganosas. No WalMart do Cachambi, apesar de anunciar condicionador grátis no kit com shampoo ao valor de R$ 27,64, o preço, no entanto, era o mesmo que duas unidades do shampoo, cujo valor unitário era de R$ 13,62. Em Vicente de Carvalho, a promoção de creme dental leve quatro pague três custa R$ 15,99, o valor por unidade é de R$ 4,78, logo a quarta pasta sai por R$ 3,13 e não de graça. O mesmo acontece com a oferta de escova de dentes que tem valor unitário de R$ 3,03. O pack leve três e pague dois custa R$ 10,40, logo o valor unitário é maior na promoção.

 


 

Procon, Operação Arapuca, Consumidor

Procon, Operação Arapuca, ConsumidorProcon, Operação Arapuca, Consumidor

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss