Cobertura da RAC 2008 em Chicago :: 2º dia | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Cobertura da RAC 2008 em Chicago :: 2º dia

Por | 13/02/2008

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Cobertura da RAC 2008 em Chicago :: 2º dia
Por Delyse Braun

O segundo dia da RAC - Retail Advertising Conference - aqui em Chicago foi ainda mais interessante. Vários assuntos atuais e tendências globais foram abordados. Afinal, vivemos na era onde o consumidor "evoluiu", ele está mais consciente e exigente. Mas até aí todos nos sabemos, então onde realmente estão essas mudanças do consumidor?

Para Gunender kapur, presidente da Reliance Retail na Índia e para Ric West, VP de marketing do grande varejo americano Sears, o consumidor já não baseia sua decisão de compra exclusivamente no financeiro. Hoje as pessoas estão se importando com o verde e com o orgânico. Isso está ficando mais forte na hora de decidir por qual produto comprar. E, por isso, cada vez mais as empresas estão sentindo necessidade de mostrar suas estratégias e seus objetivos quanto à melhoria do planeta.

As pessoas estão atentas e a empresa que conseguir deixar isso claro de forma séria e verdadeira, ganhará a confiança desse consumidor mais consciente. A Tesco, por exemplo, o maior varejista da Inglaterra, criou dentro do seu programa de fidelidade, o Gree Clubcard. Com ele, a Tesco reduziu, em um ano, 1 bilhão o uso de sacolas plásticas, além do Gree Clubcard ultrapassar seus objetivos em 20% em apenas um ano de existência.

O cartão de fidelidade da Tesco é um case de sucesso no mundo inteiro. Atualmente existem 13 milhões de associados e para cada 6 dólares gastos com comida na Inglaterra, 2 dólares são gastos na Tesco. O preço, a qualidade, a transparência e a recompensa são uns dos fatores predominantes para a lealdade, diz o representante da Tesco. Outras tendências apontadas nesse dia foram à questão de prover experiência ao consumidor, as lojas que entenderem isso estarão à frente.

A Apple é um exemplo, pessoas vão à loja para visitar, simplesmente para terem uma experiência, não necessariamente com o objetivo de compra, mas na grande maioria acabam comprando. Outra tendência do varejo são as empresas que antigamente só vendiam e agora estão oferecendo serviço agregado, como por exemplo, a BestBuy que tem um serviço de configuração de computadores. As lojas que usufruírem de tecnologia para causar essa experiência no consumidor, também estarão nessa corrida.

E por fim e não menos importante, vem o mercado de luxo, ou melhor, a redefinição do luxo. Isto é, a união da massa com a classe, tendo como alvo os cause ricos. A Tiffany e a Couch já fazem isso muito bem. Pesquisas mostram que a luxuria principal vem diminuindo e dando espaço a uma nova categoria de consumidor, aquele que quer produtos exclusivos.

Comentários


Acervo

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss