E-commerce de moda e beleza ganha confiança do consumidor | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

E-commerce de moda e beleza ganha confiança do consumidor

Categoria possui baixo índice de rejeição, com apenas 10%. Insegurança quanto a troca ou não ser como o esperado é o motivo para que pessoas não aceitem comprar pela web

Por | 03/03/2015

priscilla@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

O segmento de moda e beleza no e-commerce vem ganhando a confiança do consumidor. O índice de rejeição nessa categoria é baixo e dois itens estão entre os mais vendidos na web - calçados e vestuário ocupam o terceiro e quarto lugares no ranking geral da pesquisa realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL). Apenas um em cada 10 entrevistados (10%) disseram ter receio de comprar produtos como roupas, sapatos e acessórios pela internet.

Os motivos mais citados pelos internautas foram o medo de adquirir sem experimentar antes, o receio de não conseguir trocar o produto e de que o item seja diferente do anunciado. Já os percentuais de cosméticos (10%) e perfumes e acessórios (9%) mostram que eles são menos propensos a causar desgosto no consumidor quando este receber o produto, por serem itens pouco mutáveis ao que está sendo mostrado na loja virtual.

Os dados mostram que o comércio online de produtos de moda e beleza - composto pelos itens calçados, vestuário, cosméticos, perfumes e acessórios - é feito principalmente em sites nacionais e o valor médio de compra no segmento é de R$ 432,00. Além disso, a pesquisa mostra que o índice de satisfação com a compra desses produtos é de 92% - considerada alta pelos especialistas do SPC, chegando a 97% no segmento de cosméticos e perfumaria.

Ainda assim, é preciso que as empresas se preocupem mais com os problemas na hora da compra, como entrega fora do prazo e o não recebimento dos itens. O índice de reclamação no setor de vestuário e beleza é de 24%, o dobro do observado em todas as categorias.

Dos consumidores desse nicho, que somam 24,9 milhões de pessoas, a maioria é de mulheres. A abrangência delas, no entanto, não é tão distante dos homens. Enquanto o público feminino corresponde a 53%, os homens já somam 47%. A faixa etária mais presente entre os consumidores do segmento está entre 25 anos a 34 anos (40%), de 35 anos a 49 anos (31%) e de 18 anos a 24 anos (15%). As classes A/B são 51% do público e as classes C/D/E, 49%.

E-commerce, Moda, Beleza confiança do consumidor, SPC Brasil

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss