Compras por dispositivos móveis cresce mais que e-commerce | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Compras por dispositivos móveis cresce mais que e-commerce

Projeção de alta do comércio mobile é quase o triplo do previsto para as vendas online tradicionais, entre o período de 2013 e 2016, mostra pesquisa realizada pela PayPal

Por | 27/02/2015

roberta.moraes@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

O comércio por dispositivos móveis vem crescendo a uma taxa quase três vezes maior que a média do e-commerce global tradicional. De 2013 a 2016, o crescimento do mobile commerce em vários países está projetada para 42%, superando em 29% a venda online tradicional. No mercado brasileiro a diferença é de 46% para 17%.

A informação é da Paypal, que, em parceria com a Ipsos, realizou uma pesquisa para investigar os hábitos de compra mobile de 17,5 mil consumidores em 22 países, incluindo o Brasil. Segundo o levantamento, o total de brasileiros que comprou na internet via smartphone no último ano (34%) é superior à média obtida nos 22 países que fizeram parte do estudo (33%).

O estudo mostra o bom momento vivido pelo comércio via mobile. Em 2010, o sistema era responsável por 1% do volume de pagamentos no Paypal, no ano passado chegou em 20%. Ainda que os valores gastos sejam baixos, a prevalência das compras feitas por dispositivos é significativa.

Ainda pequeno frente ao total de gastos
Mais de um quarto (28%) dos consumidores online afirmou ter comprado algo por meio de um smartphone nos últimos 12 meses e 20% informam que o fizeram via tablet. O surgimento do comércio em smartphones está sendo liderado por jovens adultos. A média global de 59% dos compradores desses gadgets são pessoas que têm de 18 anos a 34 anos contra 44% do restante dos compradores online.

No Brasil, a incidência de brasileiros que compraram online via dispositivos móveis é ligeiramente maior do que a média dos 22 países: 34% ante os 33% registrados pelo grupo de países que fizeram parte do estudo. E, entre os brasileiros, 61% dos que compram via mobile têm entre 18 e 34 anos; já, quando a amostra compreende todos os consumidores online brasileiros entrevistados, 54% estão na mesma faixa etária.

Mas o mobile commerce ainda é relativamente pequeno ao comparar o percentual que ocupa frente ao total dos gastos globais em e-commerce. De acordo com a pesquisa, os smartphones respondem por 9% dos gastos online feitos por dispositivos móveis, enquanto os tablets são responsáveis por 5% das compras feitas online. Ambos são ultrapassados pelos laptops, desktops e notebooks, os quais cumulativamente somam 85% do que é gasto online.

Mobile, m-commerce, PayPal
 

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss