Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Pesquisa

Índice de satisfação com compras online é de 93%

Brasileiros estão cada vez mais familiarizados com o processo de aquisição no e-commerce e enxergam o canal como seguro, segundo pesquisa do SPC e da CNDL

Por Renata Leite - 03/02/2015

Os brasileiros estão cada vez mais familiarizados com o processo de compra online, ao mesmo tempo em que o comércio virtual se estabelece como uma forma segura de adquirir bens. O índice de satisfação com esse canal é de 93% entre os consumidores, segundo pesquisa nacional realizada pelo Serviço de Proteção ao Crédito (SPC Brasil) e pela Confederação Nacional de Dirigentes Lojistas (CNDL).

Para 81% dos entrevistados, a primeira experiência de compra virtual ocorreu antes de 2013, o que mostra que os usuários alcançam certo amadurecimento em relação às aquisições online. O medo de ser enganado, ou seja, de pagar pelo produto e não receber, é cada vez menor. Apenas 6% dos entrevistados dizem evitar comprar pela internet por terem esse receio.

Os usuários enumeram diversas vantagens em adquirir produtos no e-commerce. Para 74% dos consumidores virtuais, a comodidade de poder comprar sem sair de casa é uma das principais. Já metade deles citou o preço baixo entre os maiores benefícios. Outros 33% mencionaram a economia de tempo e 27% citaram a facilidade para comparar produtos de marcas concorrentes.

Produtos mais comprados
Entre os produtos mais comprados em 2014, aparecem os eletrônicos (61%), os livros (47%), os calçados (44%), as roupas (42%) e os eletrodomésticos (36%). Já os itens que sofrem resistência do consumidor são os seguros (25%), os artigos para animais de estimação (19%), os calçados (17%), as roupas (16%) e a comida entregue em casa (15%).

Os internautas também veem algumas desvantagens ao adquirirem itens em e-commerce, como o fato de não poderem levar o produto na hora (68%) e não poderem experimentar a oferta (68%). Outras respostas envolvem não poder ver, cheirar ou tocar o produto (37%) e o prazo de entrega demorado (27%).

Três em cada cinco consumidores virtuais (63%) admitem já ter desistido de uma compra, logo antes de realizar o pagamento. Essa decisão é motivada, principalmente, pelo fato de o não saber se precisa mesmo do produto (27%).


E-commerce, SPC, CNDL