Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Publicidade

Com que brasileiros devem gastar mais e menos a partir deste ano

Pesquisa da Mintel mostra que categoria de bebidas alcóolicas deve quase dobrar até 2018, mas que consumidores já sinalizam menos desembolsos com lazer para equilibrar finanças

Por | 21/05/2014

renata.leite@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

A categoria de bebidas alcoólicas deve registrar a maior taxa de crescimento no mercado nos próximos cinco anos, como aponta pesquisa da Mintel, com atenção especial para o consumo fora do lar. A expectativa é de que ela quase duplique de tamanho, com 96% de aumento entre 2013 e 2018, quando os valores de venda devem atingir os R$ 90 bilhões. Por outro lado, o crescente endividamento da população a leva a buscar soluções para equilibrar as finanças, o que resultará em cortes nos gastos com lazer, por exemplo, como também mostra o levantamento.

Em segundo lugar em potencial de crescimento aparece a categoria de Tecnologia e Comunicação, que tem aumento de 84% projetado para as vendas no período, passando de R$ 119 bilhões, em 2013, para R$ 220 bilhões, em 2018. Em seguida, destacam-se os itens de casa (60%), farmácia (53%), e manutenção da casa (47%). Também deve registrar incremento a área de Beleza e Cuidados Pessoais (45%).

Esta última categoria é impulsionada pelo fato de que "cuidar da aparência" é o objetivo número um para os consumidores brasileiros este ano, segundo a pesquisa. A Mintel levantou as prioridades da população para 2014, aparecendo em segundo lugar a meta de "passar mais tempo com minha família" (74%) e em terceiro "colocar as minhas finanças em ordem", muito relacionada ao endividamento dos consumidores.

Ano de consumo cauteloso
Diante da necessidade de pagar compras a crédito já realizadas, brasileiros fazem com que o ano de 2014 seja marcado pelo consumo cauteloso, segundo a nova pesquisa. O relatório mostra que o brasileiro está gastando com o básico, como pequenos itens para casa, em vez de produtos de maior valor agregado. A tendência teve início já no ano passado, quando 48% dos brasileiros afirmaram que gastaram mais com alimentos consumidos no lar do que em 2012.

A pesquisa retrata um mercado consumidor que desacelerou as compras e centrou os gastos extras em itens de primeira necessidade. Os desembolsos com lazer foram rearranjados para poucas opções. Os gastos com férias foram reduzidos por 32% dos brasileiros. O estudo aponta ainda que 35% dos consumidores frearam a realização de reformas em suas casas e a compra de imóveis, em 2013. Quando perguntados como planejam gastar seu dinheiro extra este ano, 50% dos entrevistados disseram lazer; 28%, comer fora; e 30%, colocar em uma conta poupança.

Mintel, pesquisa, consumo

Leia também: Potencial de Consumo do mercado de bebidas. Pesquisa do Mundo do Marketing Inteligência.

Mercado | Potencial de mercado | Bebidas

 

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss