Cielo apresenta Índice Cielo do Varejo Ampliado | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Cielo apresenta Índice Cielo do Varejo Ampliado

Companhias aéreas, supermercados e drogarias & farmácias foram os que mais cresceram em 2013, conforme relatório do ICVA. Aéreo teve alta de 17,6% nas vendas

Por | 04/02/2014

bruno.garcia@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

O setor das companhias aéreas, supermercados e drogarias & farmácias foram os que mais cresceram em 2013. O resultado é mostrado pela Cielo, que apresentou hoje, dia 4, o seu relatório do Índice Cielo do Varejo Ampliado (ICVA), documento produzido pela empresa a partir das transações registradas em seus sistemas de recebimento. O setor aéreo teve alta de 17,6% nas vendas durante o ano passado. Supermercados & hipermercados tiveram 15,5% de crescimento no mesmo período, empatados com as drogarias & farmácias, que cresceram no mesmo ritmo. Descontada a inflação, a variação desses setores foi de 9,5%, 7,3% e 10,3%, respectivamente.

Materiais de construção e postos de gasolina aparecem na sequência, com resultado em vendas de 15,3% e 15,1%. A alta registrada para o varejo como um todo foi de 13,4% em 2013. Descontada a inflação, a expansão foi de 5,7%. Na avaliação por região, Norte, Nordeste e Centro-Oeste tiveram os maiores índices de crescimento, com 16,8% para o Norte, enquanto os seguintes aparecem empatados com 15,3% cada. A região Sul teve 14,8% de crescimento e o Sudeste ficou por último, com 12,5%. 

O novo indicador econômico acompanhará mensalmente a evolução do varejo de acordo com a receita nominal de vendas, com base em um grupo de 24 setores mapeados pela Cielo, de pequenos lojistas a grandes varejistas. Os dados que compõem o Índice são capturados, de forma agregada, da base de 1,4 milhão de pontos de venda ativos credenciados à Cielo em todo o Brasil, tanto nas lojas físicas como nos canais mobile e e-commerce.

Black Friday
O relatório também mostra que a quarta edição da Black Friday brasileira faturou 42,9% a mais que em 2012, seguindo o mesmo critério de receita nominal. A maior evolução é notada no e-commerce, que concentra o volume de vendas da data e mostra um crescimento de 200% em relação às vendas das lojas online no mesmo período em 2012. Os números indicam que houve uma antecipação das compras de Natal nesta edição da Black Friday.

varejo,pesquisa ,crescimento,índice,Cielo

Aproveite e leia também: 7 dicas para aumentar a taxa de conversão no e-commerce. Conteúdo exclusivo para assinantes Mundo do Marketing Inteligência. Acesse aqui.

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss