Jovens apresentam maiores frequências em refeições preparadas | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Jovens apresentam maiores frequências em refeições preparadas

Pesquisa da Mintel revela hábitos de alimentação e mostra que 89% das pessoas entre 16 e 24 anos consomem pratos prontos no seu dia a dia. Conteúdo é exclusivo para assinantes

Por | 24/06/2013

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Os jovens de 16 a 24 anos e de 25 a 34 anos são os que mais consomem massas e pizzas, as refeições prontas mais consumidas na frequência "uma ou duas vezes por semana". Além dos jovens serem normalmente os heavy users das categorias indulgentes, outra razão para o seu consumo superior de refeições prontas é o estilo de vida dos jovens brasileiros na atualidade, que mais e mais deixam a casa dos pais para empenhar projetos de vida profissional e acadêmica morando sozinhos e com amigos.

No geral, 79% dos consumidores declaram consumir refeições prontas. Quando olhamos para a idade dos consumidores, podemos ver uma maior penetração da categoria entre os mais jovens, a uma porcentagem que decresce conforme o aumento da idade dos consumidores. Por exemplo, 89% daqueles entre 16 e 24 anos declaram consumir refeições prontas, enquanto 70% do grupo entre 45 e 54 anos afirma o mesmo.

A falta de um ambiente plenamente familiar aliada à correria do dia a dia leva esses consumidores a buscarem opções práticas e rápidas de alimentação. De acordo com a pesquisa do consumidor, os jovens brasileiros são menos inclinados a gastar tempo com o preparo de comida caseira, uma tendência que tende a se sedimentar com o aumento da idade.

Como aumenta o número de domicílios ocupados com um único morador, esse novo contexto demográfico traz não só desafios, mas também muitas oportunidades para o setor de alimentos. Preparar uma refeição para uma só pessoa pode ter um custo benefício ruim e ser trabalhoso.

Rapidez e praticidade no preparo é a maior demanda dos consumidores de refeições prontas
Dados da pesquisa do consumidor revelam que o consumidor brasileiro não tem grandes expectativas com as refeições prontas, a não ser tempo e praticidade do preparo.

FIGURA 31: Atitudes no consumo de refeições preparadas, novembro 2012

"Ainda pensando em refeições preparadas/ prontas. Com qual das frases a seguir você concorda?"

Base: 925 adultos com idade 16+ que compraram refeições preparadas nos últimos 12 meses

Eu compro refeições preparadas porque eu não tenho tempo para preparar comida caseira: 36%

Eu espero que as refeições preparadas tenham o sabor tão bom quanto uma comida normal do mesmo tipo: 12%

Fonte: Ipsos Observer Brasil/Mintel

Apesar de termos visto no tópico anterior que o preparo de refeições caseiras é algo comum entre o consumidor brasileiro, um em cada três consumidores declaram comprar refeições prontas por não terem tempo de preparar comida caseira. Ao mesmo tempo, quase todos os consumidores não esperam que a refeição seja tão boa como uma refeição caseira do mesmo tipo, o que revela que a principal exigência do consumidor de refeições prontas é com a praticidade da categoria do que propriamente sua capacidade de apresentar-se como uma refeição caseira.

pesquisa,mintel,jovem,refeições prontas

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2019.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2019. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss