Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Direto dos EUA: P&G lidera os Top 100 dos maiores anunciantes de mídia do mundo

Por | 26/11/2007

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Direto dos EUA: P&G lidera os Top 100 dos maiores anunciantes de mídia do mundo
Por Delyse Braun

Segundo o 21º relatório anual "Global Marketers", os 100 maiores anunciantes do mundo  investiram US$ 97,8 bilhões em mídia mensurada no ano de 2006, o que representou um aumento de 1,1% em relação ao ano anterior. Esse dado confirma a tendência da diminuiçao dos investimentos nesses meios, pois em 2005 o crescimento foi de 5,1% e em 2004, 12,1%. A Procter & Gamble Co. lidera a lista pelo sexto ano consecutivo, com investimento de US$ 8,52 bilhões (avanço de 4,1% em relação ao ano anterior), superando a segunda colocada (Unilever) em cerca de  US$ 4 bilhões, apesar de ter tido um crescimento de 8,1%. Sua outra rival (L´Oreal), ocupou o quarto lugar com crescimento de 12,7%. 

Nos EUA ocorreu uma queda de 2,2% nos investimentos, o que inibiu o crescimento global, seguido pelo Oriente Médio (0,5%) e a região Ásia-Pacífico (0,2%). A General Motors Corp. e a Johnson & Johnson exugaram a verba em 24,3% e 19,3% respectivamente no segmento doméstico. No geral, 57% dos anunciantes do relatório incrementaram seus investimentos, contra 43% que reduziram seus budgets em mídia mensurada. O maior aumento veio da Apple (85,2% - 83º lugar), seguida pela Merck & Co. Com (85,1% - 63º lugar ). Em contrapartida, a empresa de telefonia, Vodafone, cortou a verba em 34,8%, caindo do 24º lugar de 2005 para o 36º em 2006; os outros grandes cortes foram praticados por Citigroup (28,2%), SABMiller (22,1%) e IBM Corp. (21,1%).

Segundo o relatório, os melhores reajustes em termos percentuais foram dos setores de limpadores domésticos (7,5%), varejo (6,6%), produtos de cuidados pessoais (6,2%), eletrônicos (5,9%) e restaurantes (5,3%). As categorias mais afetadas pela redução de investimento foram: telefonia (-15,8%), cerveja/vinho/destilados (- 9,4%), finanças (- 7,2%) e mídia/entretenimento (- 5%). Já a América Latina, apesar de responder por apenas 2,5% do volume global, foi a que mais aumentou os investimentos (12,7%), seguida pela África (8,6%) e Europa  (5,5%).





Comentários


Acervo

Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss