Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade
Mercado

Pepsico compra a marca goiana Mabel por R$ 800 milhões

Multinacional junta as marcas Mabel, Elbi?s, Kelly e Skiny à empresa e aumenta em mais de 100 itens o portfólio de produtos

Por Letícia Alasse - 10/11/2011

A Pepsico anunciou nesta quinta-feira, dia 10, a compra do Grupo Mabel por cerca de R$ 800 milhões. A marca já tinha sido assediada pela Nabisco, Danone e Nestlé, mas quem conseguiu fechar a negociação foi a empresa norte-americana, que desbancou as propostas da concorrente holandesa Bunge e da mexicana Bimbo. O negócio ainda está sujeito à aprovação do Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica).

 
A fabricante goiana de biscoito, torradas e rosquinhas, fundada em 1953, tem 130 produtos diferentes e possui fábricas em Ribeirão Preto (SP), Rio de Janeiro (RJ), Três Lagoas (MS), Itaporanga D'Ajuda (SE) e Araquari (SC). O dono da empresa é o deputado federal Sandro Mabel, do PMDB, e tinha como investidor o fundo Icatu, detentor de 40% da companhia. 
 
Com a negociação, a Pepsico aumenta em mais de 100 itens o seu portfólio de produtos no Brasil. As duas últimas aquisições da multinacional no mercado brasileiro foram as marcas de água de coco Kero-Coco, em agosto de 2009, e a Lucky, fabricante de salgadinhos voltados para a classe C, em outubro de 2007. O carro-chefe da marca no país são as marcas Elma Chips, Quaker, Toddy e Toddynho. Recentemente, a empresa enfrentou problemas com um lote contaminado de Toddynho, em Porto Alegre (RS), e a presença de um rato morto em um pacote de biscoito da Elma Chips, em Joinville (SC).
 
Mabel