Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade

Lojistas do Center Norte já contabilizam queda de 60% nas vendas

Com anúncio do risco de explosão, comerciantes do estabelecimento adotam medidas para reduzir prejuízo

Por Cláudio Martins - 06/10/2011

Após a ordem de fechamento provisório do Center Norte, em São Paulo, os lojistas do shopping afirmam contabilizar uma queda de 60% nas vendas. Os comerciantes do estabelecimento estão adotando medidas como manter os funcionários em casa, conceder férias aos colaboradores ou transferi-los para outras unidades, buscando conter os prejuízos.

Com a diminuição do movimento, a partir do anúncio da Companhia de Tecnologia de Saneamento Ambiental (Cetesb) de que o shopping poderia explodir por ter sido construído sobre uma área com alta concentração de gás metano, a administração está negociando um acordo com os lojistas para o pagamento do aluguel. 

Para contornar a situação, shopping instalou 11 drenos em locais estratégicos para a retirada do gás do subsolo do centro comercial, seguindo o Termo de Ajustamento de Conduto, proposto pelo Ministério Público e pela Cetesb. O Center Norte possui 331 lojas e cerca de seis mil trabalhadores, sendo o terceiro em importância no estado de São Paulo. Organizações como a Associação Brasileira de Lojistas de Shopping (Alshop) e a Associação Brasileira de Shopping Centers (Abrasce) ainda não contabilizaram o impacto do prejuízo para o setor de shopping centers do país.