Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Publicidade

E-commerce fatura mais que shoppings de SP entre janeiro e julho

Com resultado, Fecomercio inclui o segmento digital na Pesquisa Conjutural do Comércio Varejista

Por | 28/09/2010

sylvia@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Nos últimos meses o e-commerce faturou mais do que os shoppings centers da Grande São Paulo. De acordo com uma pesquisa desenvolvida pela Fecomercio em parceria com a e-bit, o comércio eletrônico movimentou R$ 7,8 bilhões de janeiro a julho, um crescimento de 41,2% em comparação ao mesmo período do ano passado, enquanto as vendas dos shoppings da região foram de aproximadamente R$ 7,2 bilhões.

Os resultados do levantamento levaram a Fecomercio a rever a metodologia de apuração da Pesquisa Conjuntural do Comércio Varejista (PCCV), desenvolvida mensalmente desde 1970. A partir de agora, o e-commerce passa a ser acompanhado como um segmento do varejo e assume a denominação "e-PCCV".

Com o processo de incorporação dos dados referentes ao e-commerce foi possível chegar a um volume mensal das vendas para todas as atividades pesquisadas. Estima-se que o faturamento total do varejo na Grande São Paulo nos sete primeiros meses do ano tenha sido de R$ 55,62 bilhões, uma expansão de 10% sobre o período anterior.

Somente na região metropolitana de São Paulo, o comércio eletrônico movimentou R$ 1,25 bilhão entre janeiro e julho de 2010, representando uma alta de 29,3%. Em julho, o segmento correspondeu a 2,3% do total de vendas da Grande São Paulo. A expectativa da e-bit é que o e-commerce feche o ano de 2010 com um faturamento de aproximadamente R$ 14,3 bilhões, um crescimento de 35% em relação a 2009.

Para o total do varejo na Grande São Paulo em 2010, a Fecomercio projeta um aumento de 7% (6,6% no varejo tradicional e 25% no eletrônico). Nos primeiros sete meses do ano, as lojas de eletrodomésticos e eletroeletrônicos registraram as maiores altas no varejo da região, com crescimento de 23,8% nas vendas em relação ao mesmo período de 2009. Em seguida aparece o setor de vestuário, tecidos e calçados, com um acréscimo de 15,7%. Na região metropolitana de São Paulo, os supermercados lideram o varejo, com um faturamento de R$ 18,98 bilhões, o que representa uma elevação de 4,7%.

Comentários


Acervo

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss