Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Mitos sobre o jovem e as novas tecnologias caem diante de pesquisa da Ipsos

Por | 11/07/2007

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Mitos sobre o jovem e as novas tecnologias caem diante de pesquisa da Ipsos

A Ipsos revelou os resultados da pesquisa "Jovens na Era Go Global - Interatividade e Interconectividade", que mostra a relação do jovem com a tecnologia e novas formas de comunicação e interação entre as pessoas que influenciam e ditam as novas regras de convivência social. Foram seis meses de trabalho da Ipsos para chegar a um estudo que derruba mitos e revela aprendizados sobre o mercado consumidor. A equipe de Gestão de Conhecimento da Ipsos ouviu jovens de 13 a 24 anos.

Segundo os dados da pesquisa, entre julho e agosto de 2006, o computador está presente em 19% dos domicílios brasileiros, consoles de jogos estão em 16% e os telefones fixos são usados em 50% dos domicílios, número inferior ao dos telefones celulares que estão em 68% dos lares e conta com a marca de mais de 100 milhões de aparelhos em operação no País. Entre 10 e 15 anos, nas classes AB, 65,7% possui celular, na classe C 42,5% e nas classes DE 17,9%. Na faixa de 16 a 24 anos, 84% possui celular nas classes AB, 63,8% na classe C e 38,7% nas classes DE. Dentre os que possuem celular, 18% já possuem acesso à internet através do aparelho. 
A pesquisa levantou a freqüência que os jovens utilizam a Internet: Na faixa etária de 10 a 15 anos, nas classes AB, a porcentagem foi de 50%, na classe C 25,1%, e nas DE 17,7%. Na faixa de 16 a 24 anos, nas classes AB, 62% utilizam a internet todos os dias ou quase todos, na classe C são 42% e nas DE, 25%.

Compras na Internet: Na faixa etária de 10 a 15 anos, nas classes AB, apenas 7,5% responderam que já compraram algo para uso próprio na internet. Nas classes C e DE 1,5% e 2,2%, respectivamente. Na faixa etária de 16 a 24 anos, o número sobe para 20%, nas classes AB, 10,2% na classe C e 5,6% nas classes DE. Porém, ao tratarmos do uso da rede para se comunicar com outras pessoas, o estudo mostrou que na faixa etária de 10 a 15 anos, nas classes AB, a porcentagem é de 82,8%, na classe C é 68,7% e nas DE é 63,7%. Já na faixa de 16 a 24 anos, nas classes sociais AB, a porcentagem sobe para 92,5%, na classe C para 81,2% e nas DE para 80,1%.

Os interesses são variados até mesmo no uso da internet. Entre 10 a 15 anos, nas classes AB, a grande maioria utiliza a rede para enviar e receber e-mails, 78,4%, para enviar mensagens instantâneas, 55,3%, e para participar de sites e comunidades e relacionamentos, 61,4%. Já na classe C, os números são 68,2%, 38,8% e 46,9%, respectivamente. A diferença é ainda maior nas classes DE: 58,3%, 26%, 42,6%, respectivamente. Na faixa etária de 16 a 24 anos, nas classes AB, 89,9% utilizam a internet para enviar e receber e-mails, 62,8% para enviar mensagens instantâneas e 62,4% participam de sites de relacionamento.  Já na classe C, os números são 62,8%, 49,1% e 50,3%, respectivamente. Nas classes DE: 62,4%, 50,5%, 52,6%, respectivamente. Outro número expressivo é sobre a utilização de telefone via internet e videoconferência. Na faixa de 16 a 24 anos, a porcentagem de usuários nas classes AB (12,1%) é quase o dobro das classes DE (6,2%).

Quando sondados sobre atividades mais específicas, de 10 a 15 anos, nas classes AB, a grande maioria, 77,9%, utiliza a internet para jogar ou fazer download de jogos, 32,3% para fazer o download de filmes, músicas e softwares e 19,7% para ler jornais e revistas. Na mesma faixa, se analisarmos as classes DE, o número de jovens que jogam quase se mantém, 76,5%, mas a porcentagem, de jovens que faz downloads de filmes, músicas e softwares, cai para 22,5%. Se analisarmos a faixa de 16 a 24 anos, os números mudam. Nas classes AB, 54,1% declaram utilizar a internet para jogar, 55,6% para o downloads de filmes, músicas e softwares e 45,2% para ler jornais e revistas.

Para amostra, foram realizados seis grupos na cidade de São Paulo, junto a jovens entre 13 e 24 anos, de ambos os sexos, pertencentes às classes AB. Também foram realizadas entrevistas com formadores de opinião que desenvolvem um trabalho de renome junto a este público alvo e são referências nas suas áreas de atuação.

Comentários


Acervo

Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss