Casas Bahia e Pão de Açúcar anunciam fusão | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Últimas Notícias

Casas Bahia e Pão de Açúcar anunciam fusão

Nova empresa entra no mercado com valor estimado de R$ 4 bilhões

Por | 04/12/2009

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Quarenta bilhões de reais. Esse é o faturamento da nova empresa que surgirá da fusão entre o Grupo Pão de Açúcar e a Casas Bahia, anunciada hoje. A companhia já nasce com 1.807 lojas e tem presença garantida em 337 municípios e em 18 Estados do Brasil. De acordo com Michel Klein, das Casas Bahia, o Grupo Pão de Açúcar será responsável por 51% das ações da companhia com 49% para a Casas Bahia.

A nova empresa será responsável por 72 mil empregos diretos e indiretos. A conclusão da negociação deve acontecer em até 120 dias. "É a aproximação de dois titãs. De dois líderes na aceitação de mercado. Acho que nenhuma das duas deveria deixar de existir", acredita Jaime Troiano, especialistas em Branding.

O acordo foi assinado hoje, dia 4 de dezembro, às 6h30 da manhã e, de acordo com Abílio Diniz, está será uma oportunidade para o Grupo Pão de Açúcar crescer na categoria de não-alimentos e levar a expertise da Casas Bahia para todas as lojas físicas e virtuais do GPDA. "Para nós da Casas Bahia é uma honra nos associar a família Diniz. Estamos criando uma companhia nova com investimento de parte do nosso patrimônio", diz Michel Klein, diretor-executivo da varejista.

A princípio, as marcas serão mantidas e a partir de pesquisas de mercado os pontos-de-venda serão substituídos pela marca de preferência dos consumidores de cada região. "Vimos que existem cerca de 100 lojas de rua que são vizinhas e a ideia é uni-las em uma só, ampliando os pontos-de-venda e facilitando um maior mix de produtos", afirma Klein. A diretoria que ficará por dois anos atuando na nova empresa será composta por Raphael Klein como Diretor-Presidente e Jorge Herzog e Roberto Fulcherberguer para o cargo de Diretores Vice-Presidentes da Companhia.

Sabe-se que Michael Klein negociava com Walmart e Carrefour antes de Abílio Diniz assumir as negociações e fazer a oferta. "A Casas Bahia é complementar aos negócios do Pão de Açúcar. São marcas amadas pelo brasileiro e não devem deixar de existir", aponta Troiano. De acordo com o índice das Empresas de Maior Prestígio no Brasil, elaborado pelo Grupo Troiano, Casas Bahia é a segunda empresa de maior prestigio e reputação de marca. Já o Grupo Pão de Açúcar está em primeiro na categoria super e hipermercado.

Comentários


Acervo

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss