Últimas Notícias

Publicidade
Publicidade

Cultura Inglesa testa novo modelo de ensino no Rio

Na filial de Botafogo, no Rio de Janeiro, os estudantes são envolvidos em uma English Speaking Zone (área de língua inglesa), onde devem comunicar-se em inglês com funcionários e professores antes e depois das aulas.

Por Guilherme Neto - 23/06/2009

A Cultura Inglesa desenvolveu um projeto piloto para estimular o uso da língua inglesa em seus estabelecimentos mesmo fora das salas de aula. Na filial de Botafogo, no Rio de Janeiro, os estudantes são envolvidos em uma English Speaking Zone (área de língua inglesa), onde devem comunicar-se em inglês com funcionários e professores antes e depois das aulas.

O ambiente conta ainda com ilhas de oito computadores com acesso à internet, videogames Playstation ligado a um monitor de 42 polegadas e o portátil Nintendo DS, ambos com jogos de caráter didático. O projeto foi desenvolvido pela agência FutureBrand.

A ideia baseou-se em uma pesquisa de mercado realizada pela consultoria de Marketing Copernicus. O levantamento constatou que o público-alvo da rede de cursos de idioma quer preparar-se para a vida globalizada, estão antenados com o futuro, valorizam a tecnologia e recursos modernos de aprendizado, e têm interesse em viajar para o exterior para experiência de intercâmbio.

A Cultura Inglesa possui 50 mil alunos e 600 professores espalhados em 45 filiais nos estados do Rio de Janeiro, Espírito Santo, Goiás, Rio Grande do Sul e no Distrito Federal. A base de alunos aumentou 53% nos últimos cinco anos.