Data traz positivismo das empresas em retomar crescimento. Ações ganham apelo infantil e segmentações de presentes com custo menor para consumidor