Troca, aluguel e afins 12 de abril de 2010

Troca, aluguel e afins

         

Vendas

Publicidade
Oferta Antecipada Prime Day

<p style="text-align: center; margin: 0cm 0cm 0pt;" class="MsoBodyText3"><span lang="PT" pt="" mso-ansi-language:="" mso-themecolor:="" font-size:="" color:="" sans-serif="" tahoma="" style=""><o:p></o:p></span><span lang="PT" pt="" mso-ansi-language:="" mso-themecolor:="" font-size:="" color:="" sans-serif="" tahoma="" style=""><img height="206" width="500" src="/images/materias/Blog%20Beth/trocas2.jpg" alt="" /></span></p> <p style="text-align: justify; margin: 0cm 0cm 0pt;" class="MsoBodyText3"> </p> <p style="text-align: justify; margin: 0cm 0cm 0pt;" class="MsoBodyText3"><span lang="PT" pt="" mso-ansi-language:="" mso-themecolor:="" font-size:="" color:="" sans-serif="" tahoma="" style="">Nos últimos anos assistimos à diversificação das formas de acesso a bens e serviços. E não só as modalidades se diversificaram como também as categorias. Até há alguns anos os bens alugados eram restritos. Hoje é possível alugar bolsas, vestidos de grife, ferramentas,<span style="">  </span>roupas de bebê, sapatos, jardins, materiais esportivos, depuradores de água e por aí vai. Temos também modalidades de acesso em que não é necessário comprar ou alugar, mas ceder sua atenção em troca de conteúdo ou serviços, como o modelo de negócio praticado pela empresa de celulares <a href="https://www.mundodomarketing.com.br/11410,70,blogs,blyk-um-modelo-de-negocio-jovem.html" target="_blank"><span style="color: black;">Blyk</span></a> que foi tema de post anterior.</span><span lang="PT" text1="" mso-themecolor:="" font-size:="" color:="" sans-serif="" tahoma="" style=""> </span><span text1="" mso-themecolor:="" font-size:="" color:="" sans-serif="" tahoma="" style="">Como muitas empresas que operam gratuitamente para o consumidor final, o modelo é remunerado pelos anunciantes interessados em conectar-se com os clientes da marca em questão. </span></p> <p style="text-align: justify; margin: 0cm 0cm 0pt;" class="MsoBodyText3"> </p> <p style="text-align: justify; margin: 0cm 0cm 0pt;" class="MsoBodyText3"><span text1="" mso-themecolor:="" font-size:="" color:="" sans-serif="" tahoma="" style="">Outro formato que tem se disseminado não é nada original: o escambo, a troca de mercadorias que foi a origem do comércio. Recentemente algumas cidades brasileiras têm hospedado eventos como o Desapegue, realizado em São Paulo, ou a Escambau, em Brasília, em que as pessoas levam peças de roupas e podem trocar por outras. No exterior, a Closet Infinite tenta decolar com a ideia de que v<span style="">ocê doa uma peça de roupa e daí em diante aluga modelitos de outros participantes. <span ar-sa="" mso-bidi-language:="" mso-bidi-font-weight:="" mso-fareast-language:="" mso-fareast-font-family:="" mso-ansi-language:="" mso-themecolor:="" font-size:="" color:="" sans-serif="" tahoma="" style="line-height: 115%;">Na internet, é possível encontrar vários grupos de trocas de adereços e tecidos para a realização de trabalhos manuais, como customização de Havaianas. </span>Seja como for, ao fazer seu plano de Marketing cabe a reflexão: vender é o melhor negócio?</span></span></p>


Publicidade
Oferta Antecipada Prime Day