Tendência Nostalgia movimenta mercado e é a aposta da vez Bruno Mello 6 de outubro de 2021

Tendência Nostalgia movimenta mercado e é a aposta da vez

         

Movimento da procura por produtos e marcas que remetam à momentos marcantes da vida ou época específica cresceu durante a pandemia

Tendência Nostalgia movimenta mercado e é a aposta da vez
Publicidade
Prime Day

Impulsionada pela pandemia causada pelo coronavírus, a nostalgia foi um dos escapes para manter a saúde mental estável. A programação da TV, investiu em reprises para sobreviver o momento, com a impossibilidade de criar novos programas. Já a busca por músicas nostálgicas aumentou em 54% no Spotify no início da pandemia, com clássicos dos anos 80, além do crescimento de playlists criadas com esse perfil, segundo dados da plataforma.

Há alguns anos, os especialistas e empresas de tendências vêm observando um movimento maior da procura por produtos e marcas que remetam à momentos marcantes da vida, como a infância ou período da faculdade.

Uma pesquisa feita pelo Spotify em 2019 apontou que 70% das pessoas confirmaram que se lembrariam de marcas que estiveram presentes em momentos especiais de suas vidas. Mais do que um sentimento individual, a nostalgia se firma como uma tendência de mercado.

A ciência da emoção traz um apelo até a quem nunca viveu a época: no TikTok, jovens da Geração Z trazem o resgate da moda dos anos 2000 em seus estilos: presilha de cabelo, calça de cintura baixa e cores neons surgem em roupas e acessórios. Até mesmo as músicas mais recentes trazem versões repaginadas de hits antigos, como o rapper Tyga que trouxe a “Macarena” em nova versão e Hailee Seinfield com “No More I Love Us”.

Leia também: Pandemia muda comportamento dos Centennials

Publicidade

Marcas de olho na tendência

O Boticário e a Mondelez Internacional se uniram para lançar uma coleção limitada de produtos de beleza com cheiro de chiclete. A linha “Cuide-se Bem Bubbaloo” trará hidratantes, sabonetes, cremes de mãos e até desodorantes inspirados na fragrância clássica da goma de mascar de tutti frutti.Essa é a primeira vez que a empresa de chicletes participa do licenciamento de produtos do setor de beleza.

Já a personagem Moranguinho foi repaginada em novo lançamento. Dessa vez, a boneca ícone dos anos 1980 chega ao Youtube e ao Roblox para conquistar a geração Alpha. O reboot foi desenvolvido pela empresa canadense de entretenimento WildBrain, que pretende investir no licenciamento da personagem no Brasil.

A Disney, por sua vez, vem investindo em remakes de clássicos como Cinderela, A Bela e a Fera, Dumbo e Aladdin para se manter viva nas gerações mais novas. As live actions e os novos parques temáticos, como Star Wars e Ratatouille, são as principais estratégias.

Já a Universal está construindo o parque temático Super Nintendo World, em Orlando, Flórida. Inicialmente previsto para 2023, a atração foi adiada para 2025. Por enquanto, o principal brinquedo é uma montanha-russa, Mario Kart: Koopa’s Challenge. Outra atração é uma luta com Bowser Jr em realidade aumentada. Os visitantes que jogam Switch também poderão levar o videogame e coletar moedas. Nas lanchonetes, as comidas serão temáticas, como um hambúrguer em formato de cogumelo.

O licenciamento de séries como Friends e de filmes como Harry Potter, que já terminaram há anos segue em alta justamente pelo apelo nostálgico. A curiosidade de uma geração e o saudosismo de quem viveu a época tornam esse mercado uma grande janela de oportunidades para todos os setores.

Leia também: Como a Geração Z se relaciona digitalmente com as marcas?


Publicidade