Taxibeat encerra cobrança para atingir concorrência 28 de novembro de 2013

Taxibeat encerra cobrança para atingir concorrência

         

Empresa afirma não ter um modelo de monetização em vista, acompanha a evolução do mercado e se sustentatá a médio prazo graças ao aporte de R$ 10 milhões recebido

Publicidade

O Taxibeat passa a ser gratuito para taxistas no Brasil. Com a medida, o serviço espera sair na frente em relação a maioria dos concorrentes que faturam por meio da cobrança de taxas dos motoristas. A estratégia também visa fidelizar os profissionais e aumentar a sua penetração no mercado. A decisão de cancelar a cobrança de R$ 2,00 por corrida contratada pelo aplicativo, que acontecia desde o seu lançamento, se tornou possível graças a um aporte de R$ 10 milhões recebidos recentemente em uma rodada de investimentos.

A empresa afirma ainda não ter um modelo de monetização definido e pretende aproveitar o momento e a injeção de capital para observar as tendências nacionais para embasar a escolha por um novo formato. “Queremos consolidar nosso crescimento e a taxa poderia atrapalhar isto. O mercado é jovem, mas já se tornou mais competitivo do que outros onde estamos presentes. A pergunta de como se monetizar daqui para frente pertence a todos os concorrentes”, conta Sandro Barreto, Gerente de Marketing da Taxibeat Brasil, em entrevista ao Mundo do Marketing.

Algumas possibilidades para monetizar o negócio são a venda de espaço publicitário e parcerias com operadoras de cartões de crédito para a realização de pagamentos online por meio do aplicativo com o recebimento de taxas estabelecidas, nenhuma delas confirmada pela Taxibeat. Por hora, a empresa informa apenas que vai estudar o mercado para definir um novo formato. “Estamos sobrevivendo do aporte. Somos uma startup, trabalhamos com investimento nos primeiros anos e a forma de lucrar vem com o tempo. Fazemos hoje o mesmo caminho que as redes sociais fizeram anos atrás, a evolução do mercado vai dizer qual será o formato ideal”, diz o Gerente de Marketing da Taxibeat Brasil.

Veja também nas pesquisas do +Mundo do Marketing: Oportunidades de consumo no novo Brasil


Publicidade