Sustentabilidade, Educação e Transparência 13 de janeiro de 2010

Sustentabilidade, Educação e Transparência

         

Eventos

Publicidade

<p><span style="color: #595959"><font size="3"><font face="Calibri"><o:p></o:p></font></font></span></p> <p><span style="line-height: 115%; font-family: ">Um dos temas presentes em muitas palestras na NRF 2010 foi a sustentabilidade. Na apresentação “A Resposta do Consumidor à Sustentabilidade” feita por Will Ander da Consultoria Mc Millan Doolitle foi apresentada uma pesquisa em conjunto com a NRF Consumer Research. Uma das importantes conclusões do estudo que teve três ondas nos últimos anos é que o nível de adesão do consumidor norte-americano à sustentabilidade aumentou com a entrada do Walmart na causa. </span></p> <p class="MsoNormal" style="text-align: justify; margin: 0cm 0cm 10pt"><span style="line-height: 115%; font-family: "><span style="line-height: 115%; font-family: "><img alt="" align="right" width="300" height="342" src="/images/materias/Blog%20Beth/green4.jpg" /></span>Este é um fenômeno comum para a empresa. A magnitude de seu negócio modifica setores e comunidades e cria novas regras de competição. Como sua abordagem do tema foi holística, com forte cunho educacional e informativo, o consumidor foi fortemente impactado, aprendeu com a empresa e a reconhece como o varejista mais conectado com a questão. Informação, educação e transparência são as âncoras de uma abordagem sustentável. </span></p> <p class="MsoNormal" style="text-align: justify; margin: 0cm 0cm 10pt"><span style="line-height: 115%; font-family: ">As frentes de atuação que um varejista deve ter para implementar um trabalho genuinamente sustentável são muitas e envolvem: conscientização da equipe de colaboradores, redução de lixo gerado, economia de energia, revisão de práticas de gestão, <span style="mso-spacerun: yes"> </span>instalações de PDV, relações com fornecedores, embalagens, entre outras. Porém, o estudo concluiu que o que faz o consumidor escolher uma loja verde são os produtos que ela vende. <span style="mso-spacerun: yes"> </span>Ou seja, ela tem que envolver seus fornecedores no processo caso contrário seus esforços podem não ser relevantes para a comunidade. </span></p> <p class="MsoNormal" style="text-align: justify; margin: 0cm 0cm 10pt"><span style="line-height: 115%; font-family: ">O estudo mostrou que 61% dos jovens de 18 a 24 anos escolhem uma loja por sua <span style="mso-spacerun: yes"> </span>abordagem sustentável, patamar que cai para 37% nos adultos acima de 55 anos ou 45% no grupo de 35 a 44 anos. E acontece o mesmo com as mulheres, com 48% de adesão, contra os 38% dos homens.<span style="mso-spacerun: yes">  </span>O tema interessa portanto mais às mulheres, aos jovens e deve ser liderado pela alta direção das organizações. Como as mulheres e os jovens não predominam na alta direção, este talvez seja o motivo pelo qual muitas empresas não aderiram a questão sustentável ou realizam o chamado greenwashing, o faz de conta que é verde.</span></p> <p class="MsoNormal" style="text-align: justify; margin: 0cm 0cm 10pt"><span style="line-height: 115%; font-family: ">Quando será que iremos concluir que o caos do clima do planeta tem algo a ver com os desperdícios de recursos, lixos gerados, consumo inconsciente, descartes indevidos, embalagens desnecessárias etc, etc? Quando será que as empresas irão perceber que elas podem atenuar ou piorar os eventos ambientais que estão impactando fortemente suas vendas? Vale sempre relembrar Gandhi: “precisamos ser a mudança que queremos ver”.<o:p></o:p></span></p>


Publicidade
Amazon Prime Day