Uma Luluzinha no Clube do Bolinha | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Uma Luluzinha no Clube do Bolinha

Conheça a carreira de Alexandra Periscinoto, Presidente da SPCOM e a primeira mulher a entrar para o Hall of Fame da Abemd

Por | 13/07/2007

bruno@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Uma Luluzinha no Clube do Bolinha

Por Bruno Mello
bruno@mundodomarketing.com.br

 Não são poucas as mulheres de sucesso no mundo do marketing. Entre elas, a empresária Alexandra Periscinoto, Presidente da SPCOM, uma das maiores empresas de telemarketing no Brasil com quatro mil funcionários e 2,3 mil posições de atendimento que atendem a clientes como Citibank, Unibanco, Telefônica, Pfizer, Icatu e Bauducco. Porém, Alexandra é a primeira mulher a figurar entre os homens do Hall of Fame da Abemd, lista com nomes de personagens importantes para a história do setor no país eleitos pela Associação Brasileira de Marketing Direto.

Alexandra, que já colecionava prêmios e reconhecimento no setor de call center, agora entra para o Clube do Bolinha da Abemd, como ela mesma disse ao site Mundo do Marketing. "Não sei o que fiz para merecer tudo isso. Tudo que fiz até hoje não foi para ganhar este prêmio, por isso me surpreendi com o reconhecimento. Tomei um susto porque é um reconhecimento que dá uma responsabilidade enorme", diz. Alexandra sabe sim o que fez para ser reconhecida: trabalhou.

Ela começou sua carreira na TV Cultura e logo em seguida passou 11 anos na agência de publicidade AlmapBBDO, quando conheceu o braço de marketing direto do grupo internacional. "Fiquei apaixonada pelo marketing direto porque podíamos mensurar os resultados. Me encantei em trabalhar com algo em que o custo-benefício é muito nítido", comenta. Por isso, ela deixou a agência e foi montar a sua própria empresa de comunicação direta: a SPCOM.  "Entendia que o telemarketing seria uma mídia em que tivéssemos total controle e que se transformaria em uma mídia de massa, coisa que ela é hoje", explica.

Relacionamento com o cliente
Para se ter uma idéia, uma empresa como a SPCOM faz cerca de 2,5 milhões de contatos por mês. A cada ligação com o consumidor as informações geradas vão para o banco de dados das empresas que servem para melhorar os produtos e serviços. "Passamos o dia procurando o por que não. Por que não vendeu, por que não reteu e procurando entender os porquês do consumidor, dos produtos e serviços para poder melhorar os resultados", conta Alexandra. Sobre os problemas com o telemarketing? A empresaria tem uma explicação. Acompanhe.

"Muito do que falam sobre este mercado é um equívoco porque as vezes o atendimento foi muito bom. A notícia que foi dada é que foi péssima. Tive um amigo que quis cancelar um cartão de crédito e ficou sabendo, através do atendimento, que ele teria que enviar uma carta com firma reconhecida em cartório. E aí esse meu amigo disse que o atendimento foi uma porcaria. Daí perguntei se ele esperou para ser atendido, se a moça o xingou, se ela não tinha sido clara na colocação e todas as respostas foram negativas. O problema foi que o processo da empresa que estava errado. Quando se fala de atendimento de seguro saúde, tem um monte de gente que acha uma porcaria porque ali as pessoas recebem a notícia de que não vai poder se internar. Há ainda uma falta de esclarecimento para entender o que é atendimento e informação, até para que as empresas revejam alguns processos e procedimentos".

Para mudar este cenário, Alexandra Periscinoto coordenou ativamente a criação do Programa Brasileiro de Auto-Regulamentação do Setor de Relacionamento, o Probare. Ela se orgulha de ter participado deste processo histórico para o setor no Brasil, com a criação de normas para auto-regulamentar o segmento. Além disso, a executiva faz parte ainda da direção da Abemd, ABT - Associação Brasileira de Telesserviços - e da  Abrarec - Associação Brasileira das Relações Empresa Cliente. "Tento divulgar o lado bom deste segmento no Brasil, que está entre os quatro melhores call centers do mundo", salienta.

O sobrenome
Além de trabalhar pelo telemarketing, Alexandra dirige ainda a sua agência de marketing direto. Ao longo do dia, as tarefas têm que estar contadas no relógio. "Tem que ter disciplina e muita dedicação. Tenho hora até para ver e-mail, pois recebo uma média de 300 por dia. Outra coisa importante é ter a secretária que tenho, que tenta manter uma agenda muito rígida para que eu possa cumprir todas as atividades. Marketing é uma coisa que entra no sangue. É como cachaça. E aí você passa a ter muito amor pelo que está fazendo e as vitórias, e mesmo as dificuldades, lhe dão um gás novo", diz.

Nascida com um sobrenome dos mais reconhecidos e relevantes para o meio publicitário, Alexandra Periscinoto cresceu ouvindo a mãe dizendo para ela ter uma profissão, ser a melhor possível para não depender de ninguém e ter a realização daquilo que faz. "Meu pai falava para perguntar por que não, trabalhe e mostre o seu talento, que o dinheiro virá depois. Trabalhe por amor, não trabalhe por dinheiro", lembra. Se a fama do pai atrapalha? "As pessoas esperavam que eu tivesse a mesma genialidade do Alex, mas hereditário é pressão alta e diabetes. Daí comecei a mostrar o meu valor. E acho que deu certo. Mas isso nunca me incomodou porque tenho um orgulho danado de ter a família que tenho", atesta.

Ainda em casa, ela gosta de assistir filmes, desenhar, pintar e inventar coisas. "Pego um açucareiro, uma tampa de desodorante, uma botinha de boneca, dois apitos e tento transformar numa galinha. Outro dia fiquei três dias pesando em como fazer um coqueiro com filtro plástico de Mellita. Isso é descanso mental", garante. "As dificuldades são para muitos e a perseverança pode mudar a história", atesta.

Acesse
www.spcom.com.br

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss