Reportagens

Publicidade
Publicidade
Promoção e Eventos

Promoção conquista lugar no planejamento estratégico

Planejamento em promoção significa também aliar as características da marca em torno de uma estratégia maior

Por Mariana Oliveira - 08/11/2006

Promoção conquista lugar no planejamento estratégico

Por Mariana Oliveira
redacao@mundodomarketing.com.br

Muitas pessoas ainda pensam que promoção reúne apenas eventos isolados em torno de uma marca ou produto. O interesse crescente dos profissionais em planejamento mostra que o segmento está cada vez alinhado com os objetivos estratégicos das empresas através do contato com o consumidor.

A principal finalidade do marketing promocional é ser uma ferramenta de contato, transmitindo experiência em forma de ações mais concretas do que apenas uma marca isolada.  Para tanto, o briefing da empresa e o posicionamento que ela quer passar sobre o produto são imprescindíveis.

A B/Ferraz foi a maior premiada no Ampro Globe Awards deste ano e Fernanda Flandoli, Diretora de Planejamento Estratégico da agência, contou em entrevista ao site que o maior segredo da empresa é a equipe. Ela explica que na B/Ferraz, as estratégias passam por várias mãos antes de chegar ao consumidor final, o que valoriza o trabalho. O planejamento estratégico é uma das primeiras fases, pois fará a ponte entre os objetivos do cliente e o planejamento da campanha. “O planejamento não diz como vai ser, mas desenha a estrutura do posicionamento e do conceito do negócio”, informa.

As fases seguintes incluem a Criação, que materializa as idéias concebidas através dos conceitos indicados no planejamento, e a Logística, que viabiliza a campanha. Fernanda diz que é necessário estar sempre atualizado e saber lidar com imprevistos, ter jogo de cintura e intuição, mas a partir de um conceito consistente, as criações são naturalmente bem-sucedidas.

Ferramenta de ativação
A importância de relacionar a estratégia de promoção ao planejamento estratégico são as características que destaca Leandro Martins, Diretor de Planejamento Estratégico da SM Comunicação. Ele explica que a promoção é um instrumento para consolidar a marca junto ao consumidor, de modo que sem isso ela não trará os resultados que se espera. “É preciso pensar em como a marca se concretiza e criar ações que ativem esta marca”, garante.

Para isso, Leandro explica que o planejamento de uma ação deve passar por fases que incluam o contato com o conceito que a empresa quer passar, o entendimento dos pontos de contato como shoppings e supermercados e o comportamento do consumidor nestes locais. O planejamento logístico e das ações, a produção de peças e o treinamento das equipes envolvidas são a fase final que culminam na realização do evento.

Ser diferente
Se a experiência e o trabalho em equipe são valorizados pelas agências, os diferenciais da marca são sempre valorizados pelas empresas e pelo consumidor. Fernando Tige, Diretor de Arte da NBS foi duas vezes vencedor do Prêmio Promoção e destaca a diferenciação das ações como a forma mais eficiente de atingir o consumidor.

Tige conta que é preciso criar o maior impacto possível sem fugir da idéia central e relata que nas ações elaborados para o lançamento da marca Nestea, a NBS investiu em ações que explorassem o conceito de leveza associado ao produto, chegando a exibir um aquário. Ele afirma ainda que criar e gerar novas mídias é um grande desafio para todos os envolvidos na área.

Para ter sucesso nesta aérea, experiência e pesquisa são fundamentais, mas é preciso ser um profissional bem formado, curioso, interessado e organizado. Assim pensa a Ampro – Associação Brasileira de Marketing Promocional - vice-presidente de educação da entidade, Cláudio Mello. Por isso, a Ampro está com inscrições abertas para seu curso de Planejamento em Marketing Promocional, com início em janeiro de 2007.

Acesse
www.ampro.com.br
www.bferraz.com.br
www.nbscom.com.br
www.smcom.com.br