Fusão que resulta em Ativação Total | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Fusão que resulta em Ativação Total

Grandes ações, ativações de marca, inteligência promocional e comunicação total são as características principais de uma fusão que deu origem a One Stop+SD que busca a liderança d

Por | 09/07/2007

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Fusão que resulta em Ativação Total

Por Thiago Terra
redacao@mundodomarketing.com.br

Uma agência que nasce com o DNA da comunicação integrada e com uma metodologia própria de trabalho tende a crescer com um grande diferencial. Da fusão entre a One Stop e a SD surge uma nova empresa com mais recursos para alcançar o sucesso reunindo competência, experiência e também suas carteiras de clientes.

A SD realizou grandes ações promocionais e trabalhos de ativação de marca. Já atendeu grandes marcas como Avon, Itaú, Embratel, Nokia, Gillette. Atualmente, em sua carteira de clientes constam marcas como FEMSA, Coca-Cola, Banco Santander, CTBC, General Brands, Ajinomoto, entre outros. Já a One Stop, agência de inteligência promocional com expertise em eventos, atua dentro da filosofia de Comunicação Total. Com escritórios em São Paulo e Rio, atende grandes clientes como Pernod Ricard, Melitta, Suzano, Honda, Oi entre outros e já realizou ações como a Arena Kaiser de Futebol, Salão do Automóvel para Honda e Camarote Nova Schin no Carnaval carioca.

Entre os personagens principais das duas agências, Fernando Lion é um dos que participou dos cases mais celebrados do grupo como o Projeto Meninos para a Brahma na Copa de 1994, É tempo de Brasil, na Copa do Mundo de 1998, Nova Schin e recentemente da cerveja Sol. Pela SD, Dudi Rodrigues, com 22 anos de atuação em promoção, é um dos diretores de criação mais premiados internacionalmente no setor, com quatro Globes Awards.


Antônio Carlos Farina, Dudi Rodrigues e Fernando Lion

Metodologia e Ativação Total
Denominada como uma "sinergia de interesses", Fernando Lion, Diretor de Criação da One Stop e Dudi Rodrigues, Sócio-Diretor da SD, afirmam que a fusão pode ser caracterizada como uma feliz coincidência pelos interesses das duas agências e fundamental para gerar o acordo que levou apenas três meses para ser concretizado. A One Stop+SD surge para oferecer maior envolvimento dos consumidores com as marcas através do uso integrado e inteligente das inúmeras ferramentas do marketing promocional, seja em eventos, promoção, mala direta, internet, endomarketing ou ações em PDV.

Como a One Stop atuava no mercado mais voltada para a área de design, merchandising e eventos e a SD produzia em promoções e ações integradas, Lion e Rodrigues acreditaram em uma combinação perfeita e única dentro desse mercado. Dudi Rodrigues conta que isto permitirá criar um posicionamento novo no mercado, chamado de Ativação Total. "A Ativação Total é hoje um novo passo dentro da metodologia da nossa empresa", diz o Sócio-Diretor da SD. A soma dos talentos das agências é visto por ele como um bom resultado para o cliente, pois une muita experiência em praticamente todas as ferramentas de ativação.

A Ativação Total é o grande diferencial que a fusão pretende mostrar ao mercado. Lion explica que a união pretende transpor a eficiência das ações para os novos e antigos clientes. Ao contrário das empresas que "atiram para todo lado", sem muito foco ou precisão, a One Stop+SD, além de ter todas as ferramentas de alcance, pretende garantir o sucesso de uma ação específica para o cliente. "A meta é envolver o consumidor e estar envolvido com a marca do cliente", explica Lion. Uma das grandes novidades desta fusão é a metodologia própria da empresa, chamada VIM - Vivenciar, Integrar e Mobilizar. Essa metodologia facilita identificar as ferramentas adequadas para cada cliente e, com isso, fazer a sua implementação corretamente.

PDV, merchandising e prospecção
Antes da fusão das empresas, a SD mostrou porque é vista como uma das melhores empresas em ações desenvolvidas para o PDV. Ao verificar a necessidade da marca Cadbury Adams, que não atingia o número desejado de consumidores nos supermercados, a agência levou a marca até os clientes, literalmente. "Desenvolvemos uma gôndola ambulante em forma de roda gigante, para circular pelo supermercado, oferecendo os produtos da Adams aos consumidores", diz Dudi Rodrigues. A One Stop, por sua vez, confirma a eficiência em merchandising com ações para a OI durante os Jogos Pan-americanos do Rio de Janeiro. Todas elas criadas, desenvolvidas e implementadas pela agência. "Onde tiver uma ação da OI relacionada com o Pan, durante esses próximos dias, está sendo pilotada pela One Stop", aponta Lion.

Inevitavelmente, uma união com esta dimensão acarreta em novas expectativas por desafios, futuros trabalhos e metas mais ousadas a serem atingidas. Como em qualquer processo desta amplitude, existem adequações das equipes para não comprometer a operação. Para Dudi Rodrigues, em termos de negócio, a união das agências fará com que cada estrutura dobre de tamanho em 2007 e espera-se o mesmo até 2009. "Como frentes de negócios temos todo o mercado e em diversos setores, assim, esperamos ter o faturamento duas vezes maior", analisa Fernando Lion. "O nosso foco é prospecção, prospecção e prospecção", diz o Diretor.

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss