Do Brasil para o mundo: como internacionalizar um negócio | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Do Brasil para o mundo: como internacionalizar um negócio

Cada vez mais as empresas descobrem que investir no mercado externo é um desafio que traz benefícios e o marketing se faz presente propondo soluções

Por | 09/04/2007

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Do Brasil para o mundo: como internacionalizar um negócio

Por Mariana Oliveira
redacao@mundodomarketing.com.br

Casos de sucesso recente como Brahma e Havaianas mostram que o Brasil não tem apenas praia e carnaval. Produtos e marcas brasileiras, como sapatos, artigos de moda e até tecnologia são cada dia mais encontrados no exterior. No entanto, os desafios, como as diferenças culturais e posicionamento, requerem um conhecimento profundo de outros mercados e estratégias sólidas que envolvem toda a empresa e não raramente o marketing.

"Este mercado não é uma disneylândia", atesta o professor Renato Cotta de Mello, Coodenador do MBA Marketing da Coppead/UFRJ. Para ele, é importante ter um serviço ou produto diferenciado para se aventurar no exterior, sem falar na atenção a detalhes técnicos como rotulagem, tamanhos e até significados. Mello reconhece que o melhor caminho é conhecer os hábitos local, o consumidor, o governo, além de procurar programas de apoio no Brasil, como Apex - Agência de Promoção de Exportação e Investimentos do Brasil - e Sebrae.

Isto também mostra que o mercado internacional não está aberto apenas a grandes empresas. Cada vez mais, nomes menos conhecidos também são encontrados lá fora. "Estas empresas souberam entender o significado de estratégia", avalia José Meirelles, professor do curso de internacionalização do SENAC-SP. Ele destaca que antes da prática é necessário pensar na distribuição, nas técnicas, nos investimentos e em funcionários qualificados.

O marketing se faz presente à medida em que a marca ou produto se consolida no mercado externo. Cabe aos profissionais posicionar a marca e disputar espaço na comunicação com outros produtos. A começar pela adaptação de gostos, nem sempre semelhantes aos brasileiros, como é o caso da moda praia. É necessário, assim como no Brasil, conhecer a concorrência e encontrar os nichos certos.

Moda Brasileira
O Brasil conquistou um lugar de destaque no mundo da moda não só com as modelos, mas também com seus produtos. Depois das sandálias Havaianas, apontadas como um caso de sucesso de internacionalização e comunicação integrada, a Melissa também ocupa seu lugar, mas na Europa.

Sob o slogan "Famosa agora no Brasil e no mundo", a Melissa se posiciona há aproximadamente quatro anos como um objeto de desejo e design em lojas da Europa. "Esse conceito se reflete em todas as ações da marca sejam elas de distribuição, comunicação, preços ou produtos", analisa Paulo Pedó, Gerente de Operação da Melissa, reconhecendo que o marketing é de fundamental importância tanto para o mercado interno quanto para o externo.

O diferencial da marca é a atitude embutida no valor do produto, estratégia diferencial frente aos concorrentes asiáticos. Para tanto, a comunicação executa ações de comunicação integrada, como a mídia espontânea em editorias de moda e até a Galeria Melissa, em São Paulo. "Como a Oscar Freire é ponto obrigatório do turista internacional em São Paulo e o conceito da galeria é realmente muito marcante, já tivemos aparições importantes na mídia internacional especializada em moda, arquitetura e design", avalia Pedó.

As estratégias de diferenciação têm um peso ainda maior no exterior, pois a disputa pelo espaço nos mercados é muito mais acirrada. Entretanto, a internacionalização muitas vezes reflete positivamente no mercado interno agregando valor e qualidade ao produto, como explica o Miguel Lima, Coordenador Executivo do MBA em Gestão de Comércio Exterior e Negócios Internacionais da FGV.  "A internacionalização valoriza o produto no mercado", pondera. Para José Meirelles, aos poucos os brasileiros estão reconhecendo a importância de investir também no exterior. "Não existe mercado brasileiro. O mercado é o mundo", conclui.

Acesse
www.fgv.br
www.sp.senac.br
www.coppead.ufrj.br
www.melissa.com.br

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss