Reportagens

Publicidade
Publicidade
Planejamento Estratégico

Estratégias para o pico de vendas na Black Friday 2020

Impulsionar compras repetidas para criar lealdade à marca e colocar as necessidades do consumidor em primeiro lugar são algumas ações indicadas pela Rakuten para compensar as perdas de 2020

Por Priscilla Oliveira - 05/10/2020

Embora o efeito da COVID-19 na sociedade tenha sido imenso, nem tudo são más notícias para as marcas. Grande parte dos consumidores (70%) ainda pretendem gastar durante a alta temporada de compras, segundo levantamento feito pela Rakuten Advertising. A intenção de gastar durante o período de pico das compras em 2020 permite que as marcas envolvam os consumidores, compensem as vendas perdidas no início do ano e se preparem para o sucesso no novo ano. Além disso, alguns hábitos de consumo formados durante a COVID-19 vieram para ficar. Mais consumidores estão comprando on-line do que nunca, incluindo aqueles com dados demográficos mais antigos. As marcas podem aproveitar os aprendizados destacados neste relatório para superar desafios e fazer mudanças permanentes.

Leia mais sobre a Black Friday 2020 no estudo Os novos contornos da Black Friday no Brasil.

Algumas das estratégias para a retomada envolve principalmente colocar os consumidores e suas necessidades em primeiro lugar. As marcas devem ajudar os consumidores e precisam se envolver com uma gama diversificada de parceiros que podem ajudar a comunicar ofertas para o público-alvo. Além disso, é preciso ser flexível e aberto a campanhas dinâmicas no nível do produto, com base em como os consumidores podem estar se sentindo e interagindo com produtos e marcas.

Também é importante considerar como os eventos sociais de final de ano, como Réveillon, podem ser afetados e a fim de fornecer aos produtos de campanha e mensagens a atualização apropriada. Investir em estratégias de topo de funil com baixo risco que alcançam e envolvem os consumidores é uma saída, dentre elas: publicidade em mídia social - utilizar recursos de segmentação orientada por dados para alcançar os consumidores com anúncios relevantes envolventes e oportunos nas plataformas alinhadas aos valores da marca faz diferença.

A pesquisa paga também ajuda: investir em estratégias como o YouTube, anúncios de descoberta, anúncios dinâmicos da rede de pesquisa e maximizar a cobertura de palavras-chave para alcançar consumidores que desejam descobrir novos produtos e marcas traz mais visibilidade. Outro ponto é trabalhar os serviços de comparação de preços (afiliados CSS), ou seja, aproveitar os canais do Google Shopping para promover produtos e serviços. Proporcionando uma experiência perfeita ao usuário, os afiliados CSS direcionam tráfego de qualidade, resultando na aquisição de novos clientes para marcas que viram suas vendas crescerem em 67%.

Outra estratégia recomendada pela Rakuten é impulsionar compras repetidas para criar lealdade à marca. Envolver afiliados que ao recompensam os consumidores por suas compras, incentivam compras repetidas. Além disso, as ferramentas de Inteligência Artificial que permitem aos afiliados veicular anúncios e descontos personalizados com base em comportamentos de compras anteriores aprimoram a experiência do consumidor e incentivam ainda mais o engajamento da marca.

Já as campanhas de retargeting permitem às marcas segmentar consumidores que manifestaram interesse ou que compraram anteriormente. Estratégias, como campanhas de agradecimento ou que segmentam usuários que abandonam o carrinho e pessoas que visualizaram produtos específicos, permitem que as marcas personalizem suas mensagens e segmentem os consumidores com anúncios relevantes.

Agilidade e tecnologia

Esse é o momento de aproveitar a agilidade dos canais de desempenho para testar novas tecnologias e parceiros, dentre elas utilizar estratégias para celular: o tracking no aplicativo permite que as marcas incentivem e recompensem afiliados por impulsionar instalações de aplicativos e transações no aplicativo. Ao usar o rastreamento no aplicativo, as marcas podem criar parcerias adicionais, otimizar as existentes e entender e rastrear melhor a atividade móvel e o comportamento do consumidor.

A tecnologia de comissionamento dinâmico também deve ser considerado, já que as novas estratégias de comissionamento de Marketing de afiliados oferecem às marcas a capacidade de recompensar os afiliados por gerar vendas de alto valor com base nos objetivos principais de negócios, seja promovendo um produto recém-lançado ou alcançando novos clientes. As tecnologias de comissionamento dinâmico oferecem às marcas mais opções e maior controle sobre os possíveis efeitos e resultados.

Os consumidores indicaram uma propensão a comprar on-line e na loja. Para que as marcas sejam bem-sucedidas durante a alta temporada de compras, será essencial conectar as experiências online e offline. Portanto devem ser experimentadas as estratégias de parcerias O2O: afiliados que conectam as experiências online e offline (O2O), oferecendo descontos e promoções na loja e on-line, permitem que as marcas criem uma experiência perfeita para o consumidor. Ofertas vinculadas ao cartão permitem que os afiliados de cashback ou fidelidade ofereçam aos consumidores ofertas com base nos dados do cartão de crédito / débito, independentemente de a compra ser feita na loja ou online.

Os gestores também não devem esquecer da publicidade hipersegmentada: aproveitar campanhas de exibição hipersegmentada para alertar os consumidores sobre as informações da loja, como alterações na logística, incluindo horário de funcionamento e medidas de distanciamento social. Além disso, informações como disponibilidade do produto ou a opção de agendar compromissos podem fornecer uma experiência aprimorada ao consumidor.

A pesquisa paga também não deve ser esquecida, por isso é importante verificar se as campanhas de pesquisa são atualizadas e otimizadas para direcionar a frequência para as lojas físicas bem como o e tráfego on-line, quando apropriado. Essa estratégia deve incluir ajustes de lance por local em vários níveis, começando pelo nível nacional chegando até os CEPs. As marcas podem aumentar o destaque das lojas abertas, aumentando os lances de localização nessas áreas.