Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Especial Olimpíadas: Histórias inspiradoras de gestores campeões

Jorge Paulo Lemann abre primeira reportagem da série que traz um pouco da trajetória de líderes que merecem medalhas na competição travada no mundo dos negócios

Por | 02/08/2016

renata.leite@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Nesta semana, o país dá a largada oficial para as Olimpíadas, embora os brasileiros já estejam envolvidos com o evento - das atrações às polêmicas - há algum tempo. Para homenagear a maior competição do planeta, o Mundo do Marketing publica uma série de reportagens contando um pouco da trajetória de gestores campeões. Se os mercados fossem modalidades esportivas, certamente eles mereceriam receber medalhas por conta de diferenciais em sua atuação.

Compreender as estratégias que esses profissionais adotam para se cercarem dos melhores é inspirador. Todos aceitam que não se alcança o lugar mais alto do pódio sozinho, sendo fundamental adotar o conceito de time, buscando a complementaridade e a excelência entre todos os jogadores. Coincidentemente - ou não -, muitos desses gestores praticam ou praticaram esportes ao longo de sua vida, experiência que deixou lições importantes para a gestão.

É premissa básica para o sucesso de um bom líder não ter medo de se cercar dos melhores e fazê-los crescer. Jorge Paulo Lemann, Sócio da 3G Capital, nunca se esquivou deste desafio, nutrindo respeito em relação a seus colaboradores. Como ele mesmo diz: "No fim das contas, sou um professor. É assim que realmente me vejo".

Do tênis aos negócios
A prática de esportes contribuiu para que Lemann aprendesse a respeitar adversários, seus próprios limites e todos a sua volta. Ele começou a jogar tênis aos sete anos e chegou a consagrar-se campeão em Wimbledom. "Competir lhe treina muito e faz com que você comece a ligar o esforço e o suor ao resultado. O aprendizado dessa relação e de como agir quando se perde é importante na vida de qualquer pessoa e ajuda muito nos negócios também", enfatiza o empresário que, há anos, figura entre os mais ricos do Brasil.

Mas sua carreira não foi só de acertos. Formado em Harvard e de volta ao Brasil, Lemann montou uma financeira, mas viu o negócio ruir em apenas quatro anos. A rasteira poderia ter desmotivado o então jovem de 26 anos, mas serviu de aprendizado sobre a importância de se cercar de pessoas que o complementassem.

Passou, então, a focar na construção de sua equipe. Chegou a entrevistar mil candidatos por ano para escolher apenas 10 - sempre de olho nos valores desses profissionais, time que o permite hoje comprar diversas empresas no exterior, porque é capaz de introduzir a cultura da gestão Lemann.

Conheça histórias de outros gestores campeões ao longo desta semana.

Jorge Paulo Lemann, Jogos Olímpicos, gestão

Comentários


Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss