Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Inovação, um diferencial que deve ser praticado

Mais do que ser inovador, é preciso exercitar novas idéias em soluções simples e cotidianas

Por | 17/11/2006

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Inovação, um diferencial que deve ser praticado

Por Mariana Oliveira
redacao@mundodomarketing.com.br

Inovação é uma necessidade. Especialmente no marketing onde é preciso se destacar junto ao consumidor e investir em idéias impactantes para promover um produto ou serviço. A maioria dos profissionais tem recorrido às novas mídias como internet e celular, mas especialistas alertam que as idéias inovadoras podem ser simples e que a inovação é um processo sem fim.

A construção desta característica na empresa e nos funcionários é importante, uma vez que é preciso estar preparado para inovar. Paulo Sérgio Quartiermeister, Diretor do novo Núcleo de Inovação e Criatividade da ESPM - SP, destaca que um dos principais obstáculos é não ter recursos, como tempo, dinheiro e pessoas preparadas. "A empresa tem que ter um perfil inovador e as pessoas também", ressalta em entrevista ao Mundo do Marketing.

Mais do que a geração de idéias, a transformação do potencial criativo em um modelo prático é uma das preocupações dos profissionais. A ESPM promove em São Paulo no próximo dia 21 o workshop de Inovação do programa "Beyond Brainstorming - uma abordagem sistemática para a inovação". A SIT - Systematic Inventive Thinking -  consultoria européia especializada em inovação, participará do evento apresentando o método desenvolvido na empresa para geração de idéias inovadoras. Ele inclui a utilização de ferramentas desenvolvidas para superar obstáculos na criação, o aprendizado de recursos para valorizar as idéias, o gerenciamento de imprevistos e um gerenciador de projetos que permite uma maior facilidade na implementação das idéias.

Assim como os profissionais, a SIT se preocupa em mostrar de forma prática as ferramentas para inovação. Uma delas é a Subtração, onde aqueles que criam são incentivados a achar soluções menos óbvias e intuitivas extraindo componentes de um produto e tornando-o mais simples.

Simplificar
Simplicidade é uma das características mais valorizadas quando se fala em inovar. É o que destaca Paulo Tarso, um dos palestrantes no workshop e Gerente de Inovação da IBM. Ele explica que a empresa trabalha com inovação de forma a contribuir para que o cliente seja inovador.

Paulo elucida que internet é uma das grandes tendências da inovação e o papel da IBM é ajudar os clientes a serem mais criativos ao fornecer as bases para isso. Ele aponta que um dos maiores desafios para inovar é sair do contexto de individualização e aprender a absorver experiências com o mercado. "As empresas foram construídas fora de um contexto sem fronteiras. Agora é preciso trabalhar em rede", garante.

Um dos casos na qual a IBM está envolvida é o da World Communication Grid, uma instituição que colabora com pesquisas científicas de doenças ainda sem cura através de uma rede mundial criada pela IBM para utilizar o tempo ocioso de PCs. "Este é um exemplo de inovação aplicada à responsabilidade social", destaca Paulo Tarso.

Novidades a serviço da inovação
Muitas empresas se valem dos benefícios das novidades oferecidas pela tecnologia para investir em ações inovadoras. O lançamento da marca Sprite Zero, por exemplo, inclui uma ação em que o usuário de celulares com bluetooth - tecnologia que permite a comunicação sem fio entre dispositivos eletrônicos e aparelhos portáteis - poderão baixar no celular a música da campanha publicitária quando passarem por pontos de ônibus na Zona Sul e no Centro do Rio de Janeiro.

A estratégia pioneira no Brasil une inovação e ousadia, característica que a empresa reconhece nos consumidores da marca, como afirmou John Pinto, Diretor de Marketing da Coca-Cola, no lançamento da nova marca. "Essa ação inovadora reforça a vocação de ousadia de Sprite, que foi pioneira no Brasil no lançamento do conceito `zero açúcar´ e agora volta a ser vanguarda ao utilizar o bluetooth, que é uma nova mídia. Sprite é uma marca que tem uma base de consumidores jovens, que absorvem com mais agilidade as inovações em comunicação e novas tecnologias. Por isso está sempre inovando, atenta às evoluções de comportamento desse público", observa.

Como inovar?
Em entrevista ao Mundo do Marketing, Amnon Levav, Diretor Executivo da SIT responde:

O que se deve fazer para gerar idéias inovadoras?
Gostaria de saber uma resposta definitiva para esta pergunta, mas acredito que existem três condições básicas para gerar novas idéias em um assunto. A princípio, a primeira pode ser trivial, mas atualmente é crucial reservar tempo e recursos suficientes para o pensamento. A segunda condição é utilizar um facilitador quando se trabalha em grupo. Com a complexidade de hoje, muitas tarefas necessitam da contribuição de vários profissionais e por isso é raro que uma invenção útil surja de um esforço totalmente individual. Isso significa que as idéias surgem do trabalho de equipe e, como sabemos que pensar em equipe é raramente eficaz, a solução é utilizar um "facilitador". Como você vê, as duas primeiras condições não implicam em nada específico do SIT. O terceiro elemento que pode contribuir para o surgimento de idéias inovadoras é a utilização de um método estruturado. Obviamente acredito no nosso, mas obviamente não é o único que funciona. E vale a pena mencionar que vejo as duas primeiras condições como mais cruciais que a terceira.

Quais são as maiores dificuldades para transformar um potencial criativo em algo prático e palpável?
As dificuldades são muitas e da natureza mais diversa. Os mais poderosos bloqueadores de inovação provavelmente estão na mente das pessoas. É muito comum culpar as estruturas organizacionais ou a burocracia pela falta de inovação e este definitivamente é o caso mais comum. Mas vamos lembrar que as organizações são dirigidas por pessoas e, por isso, dependem delas para funcionarem.

Está na mão das pessoas mudar o jeito como as coisas são. O sistema educacional e os medos com que fomos educados são provavelmente responsáveis por boa parte do nosso terror de mudanças em geral, ou da inovação em particular. Conforme as pessoas se tornam bem-sucedidas e sobem na escada organizacional, isso se torna difícil para a inovação.

Acesse
www.espm.br
www.sitsite.com
www.ibm.com/innovation/br
www.worldgrid.org
www.spritezero.com.br





Comentários


Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2015.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss