Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Publicidade

Customização B2B: fornecedores investem para atrair clientes

Adaptar produtos ou serviços de acordo com a satisfação do cliente é uma forma para empresas ganharem mercado e mostrar um diferencial

Por | 18/09/2007

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Customização B2B: fornecedores investem para atrair clientes

Por Thiago Terra
redacao@mundodomarketing.com.br

Cada vez mais as empresas acreditam que adaptar seus produtos ou serviços de acordo com a satisfação do consumidor é uma forma de diferenciar-se da concorrência e ganhar mercado. Baseada na palavra Customer, ou cliente em inglês, a customização surge como estratégia para a captação e manutenção de clientes, o que pode ser verdade também se aplicado na relação entre as empresas.
 
Para aderir a essa tendência, companhias procuram primeiro entender como funciona e qual a melhor forma para atingir o consumidor. Uma delas é oferecer ao público-alvo brindes que possam ser aproveitados de outra forma. Assim, a marca acompanha o consumidor e ele acaba fazendo a divulgação gratuita da empresa.

O trabalho de Customização pode ser baseado em pesquisas de mercado e de comportamento do consumidor para que se atinja o objetivo, utilizando-o como o veículo principal de comunicação. É através dos clientes que as empresas buscam as necessidades deles e então oferecem os seus produtos.
 
 Núcleos especializados como diferencial
Neste setor surgem cada vez mais corporações especializadas assim como a Cool Case, uma marca que atua no mercado de capas para celulares, i-pods, máquinas digitais, palmtops, entre outros. A proprietária e estilista da marca, Graziela Pereira, trabalha com companhias como a Nokia e a Vivo onde já desenvolveu produtos com a logomarca de eventos, como o Nokia Year´´s Eve, para o último reveillon, e uma Feira de Arte Moderna realizada pela empresa de telefonia. "A Nokia nos passou a logo do evento e a Cool Case criou em cima do briefing deles. Com a Vivo, após reunião com mostruário dos produtos a empresa escolheu as peças que seriam produzidas", diz Graziela (foto) em entrevista ao Mundo do Marketing.

Assim como a Cool Case, existem empresas que se especializaram em customização e outras que abriram núcleos específicos para este mercado. A BIC criou a BIC Graphic onde os produtos entram no mercado com uma promoção de acordo com o público-alvo da empresa, que trabalha com a continuidade da promoção ou lança novos produtos baseado no trabalho de campo. "Através dos clientes nós buscamos suas necessidades e oferecemos os produtos adequados", conta Leandro Shultz, diretor da BIC Graphic.

A BIC Graphic usa como diferencial as tecnologias em impressão em canetas. Utilizando Cromia, reproduz uma logomarca ou embalagem em uma caneta, o Puf é em alto relevo, a impressão invisível sinaliza a marca ou o produto principalmente em eventos noturnos com a luz negra. Outra forma de customizar é pelo aroma, com a possibilidade de escolha ou até fornecer o de sua preferência para a BIC aplicar.

Pesquisas e tendências que traçam perfil
Marcelo Abrileri, presidente do site Curriculum, diz que a simplicidade é uma tendência em um mundo rico em informação e muito complexo. "Se a empresa oferecer algo que seja o desejo do consumidor de forma simples, com certeza terá sucesso", afirma.

A Curriculum, empresa que opera com oportunidades e vagas de emprego, utiliza o modelo grátis, agregando o dinamismo a marca. Com esta mudança, a empresa aumentou o número de visualizações de currículos, somando nos últimos 6 meses mais de sete mil visualizações no site.

Denise Von Poser, especialista em relacionamento da ESPM, sabe que é preciso falar com os consumidores de uma mesma maneira, mas com atenção para as necessidades e desejos diferentes. "Se as empresas analisassem o retorno do consumidor, poderiam devolver ao mercado as necessidades e desejos customizados que seriam consumidos", diz a especialista.

 Novas estratégias para customizar
Para evitar um impacto negativo no mercado, estes produtos são estudados cuidadosamente por seus criadores. Algumas empresas estabelecem regras enquanto outras preferem agir de maneira que o consumidor não perceba. "Se existem regras elas estão na simplificação, tem que evitar que o usuário pense, ele deve agir e interagir naturalmente", diz o presidente da Curriculum, Marcelo Abrileri (foto).

O briefing de cada produto pode ser o moderador para este impacto. Na Cool Case os produtos são desenvolvidos de acordo com o que o cliente pede. Outra estratégia de marketing é utilizar a pesquisa para saber se o consumidor volta a comprar, se recomenda ou se há identificação com o produto. Para Abrileri, a popularidade é o melhor meio de saber a resposta.

A BIC investe em novas categorias tanto que, em agosto, comprou uma empresa que faz personalização de bolsas. "Satisfazer o cliente é mostrar novidades, entrar em novas categorias que é o que a BIC Graphic tenta fazer a cada ano", diz Leandro Shultz. O presidente da Curriculum informa que novidades virão em outubro e adianta apenas que o site terá versões em inglês e espanhol.

Acesse
www.coolcase.com.br
www.bicgraphic.com.br
www.curriculum.com.br

Comentários


Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss