Consultoria Estratégica: o que é e como funciona | Mundo do Marketing

Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Consultoria Estratégica: o que é e como funciona

Ter uma outra visão para solucionar problemas e planejar o futuro tem sido o objetivo das consultorias

Por | 09/08/2006

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Consultoria Estratégica: o que é e como funciona

Por Mariana Oliveira
redacao@mundodomarketing.com.br

Todas as empresas devem definir e traçar planos e estratégias utilizadas para desenvolver metas, produtos e conquistar clientes. Porém, nos últimos anos, tem crescido o número de consultorias idealizadas com o intuito de auxiliar os mais diversos segmentos empresariais a se estabelecer no mercado e resolver problemas que surgem no cotidiano.

A consultoria estratégica pode ser contratada para análise, concepção e execução de ações e projetos relacionados com o futuro de uma empresa. Os objetivos estão relacionados ao aproveitamento de oportunidades de mercado, expansão, amenização de ameaças ou até mesmo deixar de investir em algum setor, negócio ou linha de produtos e serviços, conforme explicam os professores Marcos Fava Neves, autor do livro "Planejamento e Gestão Estratégica de Marketing" e Matheus Consoli, ambos da Faculdade de Economia e Administração da USP - FEA/USP.

Uma consultoria estratégica geralmente é contratada quando os objetivos principais da empresa já foram traçados. A partir daí, procura-se num vasto mercado os consultores que podem prestar o serviço adequado às necessidades de quem contrata.

Como funciona
De acordo com Fava Neves e Consoli, existem modelos, métodos e ferramentas próprios em cada consultoria. "Alguns são mais qualitativos e participativos, outros utilizam ferramentas matemáticas e dados para definir as estratégias. De qualquer maneira, é interessante que o cliente conheça bem o processo que vai ser utilizado e cobre o prestador de serviço por isso", completam em entrevista ao Mundo do Marketing.

Eles ainda ressaltam que os processos tradicionais e a maioria das publicações sobre o assunto destacam os níveis das decisões estratégicas nas organizações, começando pelos escalões mais altos, cuja responsabilidade inicial é definir as diretrizes gerais, objetivos e alocação de recursos. "A partir disso, cada área de negócio inicia o desenvolvimento dos seus planos, sempre alinhados e relacionados com o plano corporativo. Assim, a evolução da estratégia dependerá do envolvimento das pessoas certas no desenvolvimento dos planos, a definição das estratégias e `comos´ coerentes com os recursos e competências da organização, o estabelecimento de objetivos e marcos e por fim uma relação de Planos `B´ caso ocorram mudanças inesperadas", analisam.

Empresas e Clientes
A consultoria estratégica Dom Strategy Partners nasceu este ano como produto do ambiente favorável a este tipo de empreendimento. Daniel Domeneghetti, sócio e executivo da empresa, conta ao Mundo do Marketing que a Dom é uma ramificação da ECC e que já contava junto à holding com um volume significativo de negócios nos últimos quatro anos. Atualmente a Dom possui consultoria em planejamento estratégico coorporativo, ativos intangíveis, marketing, entre outros.

No outro extremo da linha do tempo do mercado, a Galeazzi & Associados é a pioneira neste ramo, atuando desde 1990. José Carlos Aguilera esclarece que a equipe da empresa não se vê apenas como consultora, mas como uma equipe de executivos capazes de conceber e executar o que foi proposto, assumindo por vezes este papel político no interior da empresa do cliente.

O Museu de Arte Moderna de São Paulo recebeu consultoria da Galeazzi & Associados no período entre 2004 e 2005. Ronaldo Bianchi, Superintendente Geral, elucida que a contratação da empresa partiu da necessidade de revigorar a instituição. "Precisávamos aprimorar nossa organização e renovar nossos procedimentos", relata.

No período que se seguiu, mudanças para melhoria de performance foram implantadas com sucesso. Para chegar a tal ponto, Ronaldo Bianchi enfatiza que o comprometimento da direção e dos conselheiros às propostas, os poderes reais assumidos pelo então responsável Cláudio Galeazzi e a disciplina foram fatores determinantes para o êxito no processo.

Vantagens e Desvantagens
Como todo método de trabalho, contratar uma consultoria oferece prós e contras para quem utiliza os serviços. Uma das desvantagens mais latentes é o distanciamento entre as propostas e as ações que são executadas pela empresa. "A compra de `soluções´ sem a participação e envolvimento do cliente pode até fornecer projetos interessantes, mas que geralmente não são implementados ou podem causar problemas futuros à empresa", informam os professores da USP. Daniel Domeneghetti também cita os altos custos que impedem pequenas empresas de usufruir do serviço como uma das maiores dificuldades.

Os benefícios consistem em contar com um serviço que oferece profissionais especializados, um olhar isento e larga experiência anterior nos problemas que ele se propõe a resolver, possibilitando a obtenção de informações e novas soluções que a empresa não teria sozinha. Ronaldo Bianchi, do MAM, garante: "A consultoria ouve as vozes internas,  estabelece prioridades, consolida a proposta, vende à administração superior um projeto integrado e compromissado, mas a execução está na motivação da equipe para capturar as oportunidades".

Leia também
Seu planejamento estratégico pode estar furado
Como obter retorno de investimento em marketing

Comentários


Acervo

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss