Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Especial Marketing Esportivo
Pesquisa é um reforço de peso

Estudo mostra o comportamento com relação à eventos, atletas e marcas

Por | 25/11/2008

pauta@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Especial Marketing Esportivo
Pesquisa é um reforço de peso

Por Thiago Terra
thiago@mundodomarketing.com.br

De uma forma geral, as estratégias de Marketing de qualquer segmento devem ter o respaldo de pesquisas para que os riscos de insucesso sejam minimizados. No esporte não é diferente e, por isso, as pesquisas são realizadas com o objetivo de mapear hábitos e conhecer os atributos de lembrança de marca em relação ao esporte, entre outros.

Entender o que a população pensa sobre a realização de eventos internacionais no país pode modificar por completo um projeto já definido mesmo que esteja em andamento. Por isso, para as empresas que investem em Marketing Esportivo, é necessário buscar uma radiografia clara sobre as preferências e opiniões dos potencias consumidores.

A Brunoro Sports Business, agência de Marketing Esportivo, desenvolve pesquisas baseadas em três pilares principais: Pesquisas subjetivas, feitas no campo; Inteligência da informação, que lê os dados de forma clara; e resultados que mostrem as tendências e perspectivas do setor.

Resultados animam patrocinadores
A partir de 2006, a empresa dirigida por José Carlos Brunoro pesquisou, entre outros temas, a aceitação da população com a realização do PanAmericano no Brasil através de duas mil entrevistas no Rio de Janeiro e em São Paulo. De acordo com Brunoro, 94% dos entrevistados consideraram o evento bom para a cidade carioca e 35,5% deles lembraram da marca da CAIXA como patrocinadora oficial, chegando ao primeiro lugar no ranking das mais lembradas.

Os dados da pesquisa mostram um resultado importante para empresas patrocinadoras de eventos no Brasil, já que das 13 primeiras marcas mais lembradas pelos consumidores, seis delas eram patrocinadores do Pan. Entre os esportes mais lembrados o Futebol continua líder, seguido por Natação e Vôlei. O estudo mostra ainda que dos atletas mais admirados, o jogador de futebol Kaká lidera o ranking e em segundo aparece Pelé.

O ranking dos atletas mais lembrados pela população nesta pesquisa da Brunoro aponta a ginasta Daiane dos Santos e Thiago Pereira como os mais citados. Além de estar por dentro das novidades e destaques do esporte nacional, 83% da população brasileira acompanha os eventos esportivos pela mídia, com destaque para o crescimento da internet.

Quadro favorável para realização de eventos
Mas não é só no sofá da sala que o telespectador mostra sua paixão pelo esporte. A pesquisa constatou que 39% da população do Rio de Janeiro pratica atividade física, com vantagem para os "atletas-de-fim-de-semana" de São Paulo, que apresentam um número ligeiramente maior.

Apesar do quadro de medalhas do Brasil em Jogos Olímpicos não ser empolgante, o mesmo não se pode dizer da realização de eventos esportivos. "A Fórmula 1 é o evento mais bem feito no Brasil há muitos anos e hoje temos a Stock Car também que é muito bem desenvolvida. Temos condições e podemos buscar espaço nestas competições", acredita o sócio-diretor da Brunoro Sports Business.

Os dados reais que compõe a Inteligência da Informação adquirida em pesquisas de campo é que nos clubes de futebol do Brasil a empresa patrocinadora oficial ocupa 55% do retorno. A fornecedora de material esportivo tem 37% do retorno de investimento, enquanto a marca que aparece na manga tem 7% e a do calção 1%.

Clube-empresa e torcedor-consumidor
"Fica cada vez mais claro que os clubes brasileiros precisam tratar os fãs como clientes, principalmente no futebol. Vamos buscar novas receitas com consumidores, patrocinadores, funcionários e fornecedores. É necessário rejuvenescer a marca para gerar visibilidade com ações integradas", enfatiza Rafael Plastina, Gerente de Marketing da Informídia Pesquisas Esportivas.

Segundo Plastina, quando o assunto é esporte, seja em qualquer mídia interativa, o consumidor é o técnico, o jogador, o público, o consumidor e as vezes até a imprensa. "Temos que pensar no todo porque somos um pouco de cada. Os blogs mostram cada vez mais conteúdos que denigrem a imagem de um jornalista que falou mal de um time", diz.

Comentários


Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss