Publicidade

Patrocínio

Publicidade
Publicidade Publicidade Publicidade
Mundo do Marketing Inteligência

Reportagens

Desconhecimento da Tecnologia no Marketing é alarmante

Maioria dos profissionais ainda não sabe o que é Data Management Platform, Behavioral Targeting, Data Driven Marketing e poucos dominam o tão falado Mobile Marketing

Por | 25/01/2017

roberta.moraes@mundodomarketing.com.br

Compartilhe

Não é de hoje que o Marketing e a Tecnologia uniram seus destinos. Apesar de muitos profissionais ainda terem resistência, este casamento promete ser sólido e duradouro. Para aqueles que conseguem enxergar valor, será possível colher bons frutos. Já os que ainda não apostam nesta junção podem encontrar alguns entraves em sua trajetória profissional, pois neste caminho sem volta será mandatório saber utilizar essas ferramentas. Entre esses extremos há ainda os que ignoram a sua existência e com isso perdem a oportunidade de se destacarem no mercado de trabalho e fazerem as marcas para quais trabalha dar um salto.  

A expressão Martech, apesar de ser muito pouco conhecida pelos profissionais de Marketing no Brasil, representa a força que o uso da tecnologia aplicada a estratégias de mercado oferece para a eficiência nas operações. Afinal, o volume de informações geradas pelos indivíduos em suas jornadas digitais trazem dados precisos que ajudam a compreender comportamentos e prever interesses, e somente com o auxílio da inteligência artificial será possível promover ações assertivas no momento exato. É a automação contribuindo para a eficácia das estratégias.

Big Data, Gamefication, Realidade Aumentada e Virtual, Data Driven Marketing, Automação, CRM, Analytics, Customer Experience, Inbound Marketing, Redes Sociais são apenas algumas ferramentas e conceitos que podem ser utilizadas pelos gestores em seus planejamentos. Apesar de facilitar e impulsionar o trabalho, muitos profissionais de Marketing ainda ignoram boa parte desses instrumentos, como mostra levantamento realizado pelo Mundo do Marketing. O resultado é preocupante, pois mostra que boa parte dos gestores ainda ignoram essas ferramentas, que promovem insights poderosos para prever e ativar vendas.

Mais da metade dos entrevistados (53,25%) ignora completamente ou pouco conhece sobre Inbound Marketing, técnica que envolve e atrai o consumidor por meio de conteúdo, tendo como foco os leads qualificados, aumentando as chances de conversão e vendas. Apesar de ser uma importante estratégia de Marketing digital, apenas 8,81% dos profissionais de Marketing declararam ter conhecimentos avançados. 

O Mobile Marketing, cujas ações acontecem em plataformas móveis e é uma das estratégias que mais cresceu nos últimos anos, não está fazendo parte do repertório de muitos profissionais de Marketing. Apenas 26% têm conhecimento satisfatório ou avançado sobre o tema. A taxa de desconhecimento (48,64%) é bastante alta visto que esta é uma das ações que mais crescem e ganham destaque entre as marcas, uma vez que os consumidores estão cada vez mais conectados via dispositivos móveis.

A automação de compra de espaços publicitários na web, que permite encurtar processos, obter agilidade e maior eficiência, está sendo ignorada por 62,26% dos gestores de Marketing. Apenas 4,82% dos entrevistados afirmaram que possuem conhecimentos avançados sobre Mídia Programática. Em uma escala de um a cinco, em que um é o desconhecimento total e cinco o conhecimento avançado, 17,82% ficaram no meio, ou seja, já ouviram falar, mas não têm muito contato com o tema.

Os Native Ads, ou anúncios nativos, são completamente desconhecidos por 55,97% dos entrevistados. Apenas 2,73% disseram ter conhecimentos avançados sobre o tema. Muitos talvez já tenham utilizado a estratégia, mas desconhecem a nomenclatura. Anúncios nativo é publicação de artigos, posts, histórias em um site ou rede social como um conteúdo patrocinado. Apesar de ser pago e identificado como publicidade, o texto surge entre o material comumente postado pelo canal e a intenção é envolver a audiência de maneira natural sem que pareça propaganda.      

Um dos principais ativos do Marketing Digital é permitir a oferta de ações específicas de acordo com o perfil do cliente a fim de aumentar as chances de conversão, para isso é preciso conhece-lo. Mais importante do que saber qual é o gênero ou o sexo, é fundamental entender o comportamento desse potencial cliente e, com isso, vem o Behavioral Targeting, que é a segmentação comportamental. Apesar de permitir individualizar o público-alvo, o BT é completamente ignorado por 45,7% dos entrevistados e apenas 6,29% o conhecem com profundidade. 

Mais de seis entre 10 (63,73%) dos profissionais não conhecem ou pouco sabem sobre Plataformas e Automação de Marketing. Apenas 19,5% têm conhecimento satisfatório ou avançado sobre ferramentas que ajudam a gerir tarefas. A automação de vendas também não está entre os conceitos mais conhecidos: 57,86% não conhecem ou pouco sabem sobre a ferramenta. 

Apesar de não ter muitos conhecimentos sobre as ferramentas que podem agilizar o próprio trabalho, os gestores estão bem atentos quando o assunto é o consumidor. Seis em cada 10 respondentes têm algum conhecimento sobre o Customer Relationship Management (CRM), termo usado para o gerenciamento do relacionamento com o cliente. 

Em uma era em que os dados são ouro saber o que fazer eles é de suma importância. Afinal, não basta fazer a coleta e não transformá-lo em informação. Mais de seis em 10 desconhecem ou pouco sabem sobre Big Data. O Data Management Platform (DMP), que permite coletar, organizar e ativar as informações em um só lugar, é totalmente desconhecido por 74,42% dos entrevistados. O Data Driven Marketing (Marketing Orientado a Dados) também registra um alto índice de desconhecimento: 62,47%. 

Metodologia - Os dados foram coletados pela ferramenta do Opinion Box entre 9 de dezembro de 2016 e 5 de janeiro, online, e contou com a participação de 477 pessoas que atuam no Marketing. A maior parte dos respondentes (65%) buscou algum tipo de especialização (pós-graduação, MBA, mestrado, doutorado e pós-doutorado). O levantamento contou com a participação de profissionais dos mais diversos níveis: 26,07% ocupam cargo de coordenação/supervisão, 20,34% são gerentes, 19,48% são diretores e 6,02% presidentes. A maior parte dos respondentes (33,52%) afirmou ter renda acima de R$ 7.000,00 

Saiba mais sobre Tecnologia no Marketing em estudo exclusivo e gratuito sobre o tema.

Powered by Postcron

BUSCADOR DE HASHTAGS PARA SEUS POSTS





Comentários


Publicidade

Publicidade

Voltar ao Topo

Copyright © 2006-2018.

Todos os direitos reservados.

Assine o Mundo do Marketing Inteligência

Copyright © 2006-2018. Todos os direitos reservados. Todo o conteúdo veiculado é de propriedade do portal www.mundodomarketing.com.br. É vetada a sua reprodução, total ou parcial sem a expressa autorização da administradora do portal.

Auditado por: Metricas Boss